sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Efemérides tricolores - 11 de agosto


1935: em partida movimentada no Estádio de Laranjeiras, pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense perdeu para o America por 3 a 2. O jogo atraiu as atenções porque o America queria se vingar da derrota na decisão do Torneio Aberto (vide 14 de julho), e porque o mito tricolor Preguinho esteve em campo - foi a única aparição dele naquela temporada. O America fez 1 a 0 com Carola, o Fluminense virou para 2 a 1 com Vicentino (de fora da área) e Russo (de pênalti), e o America virou para 3 a 2 com Clóvis e Orlandinho. O goleiro tricolor Batatais defendeu um pênalti cobrado por Carola. Estava começando a se formar ali um dos grandes times da história tricolor, que conquistaria cinco dos seis Campeonatos Cariocas entre 1936 e 1941.

1946: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do São Cristóvão, gols de Rodrigues Tatu, Simões e Orlando Pingo de Ouro. Foi a quinta vitória tricolor em seis jogos naquela competição, que terminaria com o Fluminense campeão.

1949: em jogo amistoso internacional, disputado no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Nacional de Montevideo. Os gols tricolores foram marcados por Didi (aos 19 do segundo tempo) e Carlyle (no minuto final).

1957: em jogo do turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu a Portuguesa da Ilha do Governador por 4 a 1. Os gols da vitória tricolor foram marcados por Waldo, Léo Briglia e Róbson (2).

1962: no Maracanã, em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, Fluminense ganhou por 2 a 0 do Bonsucesso, gols de Marcelo (contra) e Calazans.

1963: em jogo do turno do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o Campo Grande por 1 a 0, com gol de Oldair, aos 35 minutos do segundo tempo, cobrando falta.

1966: em partida válida pela Taça Guanabara, em General Severiano, o Fluminense derrotou o Bonsucesso por 1 a 0, gol de Lula. O Tricolor conquistaria de maneira invicta aquela competição, que era disputada à parte do Campeonato Carioca.

1974: em jogo do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Botafogo por 2 a 1. Os gols do Fluminense na partida foram assinalados por Ivair e Chiquinho Pastor (contra).

1985: na decisão do terceiro lugar do Torneio Teresa Herrera, no Estádio Riazor, em La Coruña, o Fluminense derrotou o Real Madrid por 2 a 0, com gols de Washington (aos 12 do primeiro tempo) e Assis (aos 24 do primeiro tempo). O placar poderia ter sido maior, porque Romerito ainda perdeu um pênalti, defendido por Agustín aos 21 do segundo tempo. Na temporada que estava começando, o Real Madrid seria campeão da Copa da UEFA e da Liga Espanhola. O Fluminense conquistaria o tricampeonato carioca.
Juanito (Real Madrid) marcado por Romerito (Fluminense).

1991: na decisão do terceiro lugar do Torneio de Amsterdã, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o PSV Eindhoven, no Olympisch Stadion, na capital da Holanda. Aos 29 minutos, Ézio abriu o placar para o Fluminense, cobrando uma falta com perfeição. Aos 35, Romário empatou para o PSV Eindhoven (foi o primeiro gol dele contra o Fluminense). Na definição por pênaltis, o Baixinho chutou sua cobrança para fora, assim como o tricolor Bobô. Com gols de Alexandre Torres, Ézio, Renato Carioca, Ribamar e Carlinhos Itaberá, o Fluminense venceu a disputa por 5 a 4. O saldo final do giro pela Europa foi de cinco vitórias, três empates e uma derrota.

1995: em partida amistosa para a entrega das faixas de campeões carioca e paulista, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do Corinthians, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. Os gols tricolores foram de Lima, Rogerinho e Valdeir.

1996: o Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro com uma vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino, no Estádio de Laranjeiras, com um gol de Barata, de cabeça, aos 44 minutos do segundo tempo.

2002: em uma tarde de grande festa, com 66.828 pessoas no Maracanã para a estreia de Romário, o Fluminense começou sua campanha no Campeonato Brasileiro goleando o Cruzeiro por 5 a 1. Os gols da grande vitória tricolor foram marcados por Magno Alves, Fernando Diniz, Romário (2, um de pênalti) e Beto. O gol de Magno Alves foi o centésimo dele com a camisa do Fluminense.

2005: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Fortaleza, gols de Juninho e Beto.

****

Aniversariantes do dia:

Luís Carlos da Silva Lemos, o Luís Carlos Tatu (1947), atacante com 9 gols marcados em 85 jogos pelo Fluminense entre 1977 e 1978. Assinalou um gol em cada um dos dois jogos da conquista do Torneio Teresa Herrera de 1977.

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca (1972), treinador das divisões de base do Fluminense na temporada de 2005.

Alonso Ferreira de Matos (1980), lateral-esquerdo com 9 atuações pelo Fluminense na temporada de 2002.

André Reinaldo de Souza Espósito, o Andrezinho (1982), lateral-direito com 17 atuações pelo Fluminense entre os anos de 2002 e 2003.

Marcos Arouca da Silva, o Arouca (1986), volante formado pelo Fluminense, com 9 gols marcados em 212 jogos pelo time profissional tricolor, entre as temporadas de 2004 e 2008. Conquistou o Campeonato Carioca de 2005 e a Copa do Brasil de 2007, tendo sido titular também na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2008.
Arouca recebendo de Assis a camisa em homenagem ao 200º jogo pelo Fluminense, em 2008.

PCFilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.