sábado, 10 de junho de 2017

Efemérides tricolores - 10 de junho


1906: na Rua Ferrer, o Fluminense goleou o Bangu por 4 a 0, em partida pela 3ª rodada do Campeonato Carioca inaugural. Os gols foram de Horácio da Costa Santos (2), Edwin Cox e Emile Etchegaray. Já acumulando três vitórias, o Fluminense caminhava para se coroar o primeiro campeão da cidade.

1917: o Fluminense derrotou o Bangu por 2 a 1, na Rua Ferrer, pela 2ª rodada do Campeonato Carioca. Os gols tricolores foram marcados por Couto e Celso. Aquele grande time do Fluminense iniciava com 2 vitórias uma memorável jornada rumo ao tricampeonato, entre 1917 e 1919.

1928: com um gol de Ripper, aos 24 minutos do 2º tempo, o Fluminense venceu por 1 a 0 o São Cristóvão, no Estádio de Laranjeiras, pelo Campeonato Carioca.

1959: o Fluminense derrotou a Tuna Luso por 5 a 3, no Estádio Francisco Vasques, em Belém, na sequência da excursão pelas Regiões Nordeste e Norte do Brasil. Os gols tricolores na partida foram de Waldo (2), Jair Francisco (2) e Pinheiro (de pênalti). Este foi o 4º dos 20 triunfos consecutivos daquele time - a maior sequência de vitórias da história do Fluminense, entre 31 de maio e 18 de agosto (vejam a lista aqui).

1960: seguindo seu giro pelo norte da Europa, o Fluminense goleou o Ystad por 11 a 0, no Estádio Råsunda, em Estocolmo, capital da Suécia. Os gols foram de Telê (2), Waldo (4), Jair Francisco, Wilson Bauru, Paulinho Omena (2) e Almir.

1961: dois dias após derrotar a Seleção da Bulgária, o Fluminense empatou com a Seleção B da Bulgária, em 1 a 1, no Vassil Levski, em Sofia. O gol tricolor foi novamente de Waldo.

1973: na sequência da viagem à África, o Fluminense venceu o Young Africans, da Tanzânia, por 3 a 2. Os gols tricolores foram marcados por Dionísio, Marquinhos e Adílson. Um público estimado em 40.000 pessoas esteve no Estádio Nacional da Tanzânia, em Dar es Salaam, para prestigiar o amistoso internacional.

1975: diante de 100.000 pessoas no Maracanã, o Fluminense derrotou o poderoso Bayern de Munique, então bicampeão da Europa, por 1 a 0, gol de Gerd Müller (contra). O jogo foi a estreia de Paulo Cezar Caju com a camisa tricolor - ele acabara de ser contratado junto ao Olympique de Marseille. Os melhores em campo foram o ponta Cafuringa, pelo Fluminense, e o goleiro Sepp Maier, pelo Bayern. Nesta partida, pela primeira vez na história do futebol brasileiro, um time colocou um patrocínio em seu uniforme: nos calções e nas costas das camisas do Fluminense, estava estampado o logotipo do MOBRAL (Movimento Brasileiro de Alfabetização). O relato detalhado dessa histórica vitória tricolor pode ser lido aqui: Recordar é viver - Fluminense 1, Bayern 0.
Paulo Cezar Caju e Franz Beckenbauer.
O Fluminense venceu o Bayern por 1 a 0.

2007: pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense venceu o Sport Recife por 3 a 0, diante de 35.848 pessoas no Maracanã. Alex Dias, Rodrigo Tiuí e Cícero marcaram os gols do jogo - o primeiro após a conquista da Copa do Brasil, que foi exibida ao público antes do apito inicial.

2012: o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Internacional, no Engenhão, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Após quatro rodadas, o Tricolor somava 6 pontos ganhos na tabela de classificação. Era o início da campanha que culminaria na conquista do quarto Brasileirão da história tricolor.

****

Aniversariantes do dia:

Hugo Porto Lopes (1935), meia-direita com 7 gols marcados em 27 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1955 e 1957.

João Carlos Quintão dos Santos (1975), lateral-esquerdo com 25 atuações pelo Fluminense, entre as temporadas de 1993 e 1997.

PCFilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.