segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Efemérides tricolores - 21 de agosto


1913: vestindo a camisa tricolor do Fluminense, a Seleção Carioca derrotou o Corinthian, da Inglaterra, por 2 a 1, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras). A Seleção Carioca atuou com: Harry Robinson [Paysandu]; Píndaro de Carvalho [Flamengo] e Emmanuel Augusto Nery [Flamengo]; Lawrence Andrews [Flamengo], Conrado Mutzembecker [Fluminense] e Rolando de Lamare [Botafogo]; Sidney Pullen [Paysandu], Oswaldo Gomes [Fluminense], Henry Welfare [Fluminense], Mimi Sodré [Botafogo] e Lauro Sodré Filho [Botafogo]. Antes dos dez minutos, Maxwell Woosnam abriu o placar para o Corinthian, com um chute quase do meio do campo. Ainda no primeiro tempo, Sidney Pullen empatou para a Seleção Carioca, cobrando pênalti. E, no segundo tempo, o "jogador novo e desconhecido entre nós" Henry Welfare marcou o gol da vitória brasileira (entre aspas, trecho do jornal "A Imprensa"). Esta partida tem alguns fatos interessantes:
- foi uma revanche das históricas goleadas do Corinthian três anos antes (10 a 1 sobre o Fluminense; 8 a 1 sobre a Seleção Carioca; e 5 a 2 sobre um Combinado Brasileiro), mostrando que o futebol brasileiro evoluíra consideravelmente;
- doze dias após chegar ao Rio de Janeiro, o centroavante inglês Henry Welfare jogou pela primeira vez e marcou seu primeiro gol vestindo a camisa do Fluminense - ele se tornaria o grande líder e craque tricolor nos anos seguintes;
- Píndaro, Nery e Lawrence, campeões de 1911 que saíram para jogar no Flamengo, voltaram a vestir a camisa do Fluminense por um jogo;
- foi a única derrota desta viagem do Corinthian: depois, disputariam mais cinco jogos, com quatro vitórias (4 a 0 sobre um Combinado Estrangeiro; 2 a 1 sobre um Combinado Brasileiro; 2 a 1 sobre o Paulistano; e 8 a 2 sobre a Mackenzie College) e um empate (1 a 1 com a A. A. Palmeiras);
- o Corinthian chegaria a vir para o Rio de Janeiro no ano seguinte para disputar mais partidas; no entanto, com a notícia da eclosão da I Guerra Mundial, os atletas retornariam imediatamente para se juntar às Forças Armadas do Reino Unido;
- Maxwell Woosnam, autor do gol inglês, conquistaria uma medalha de ouro e uma de prata nos Jogos Olímpicos de 1920, na Antuérpia, como tenista de duplas.
A Seleção Carioca com a camisa do Fluminense.
Em pé (os três do centro): Píndaro de Carvalho, Harry Robinson e Emmanuel Augusto Nery.
Ajoelhados: Lawrence Andrews, Conrado Mutzembecker e Rolando de Lamare.
Sentados: Oswaldo Gomes, Sidney Pullen, Henry Welfare, Lauro Sodré Filho e Mimi Sodré.

1932: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Sport Club Brasil. Os gols tricolores foram de Amaury e Preguinho.

1955: em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense goleou o Madureira por 4 a 0, gols de Escurinho, Pinheiro (cobrando pênalti) e Waldo (dois).

1966: o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Bangu, em partida válida pela Taça Guanabara, no Maracanã. Os gols aconteceram no primeiro tempo: Paulo Borges marcou para o Bangu e Lula fez para o Fluminense. O Tricolor conquistaria de maneira invicta aquela competição, que era disputada à parte do Campeonato Carioca (que o Bangu venceria, em dezembro, batendo o Flamengo na decisão).

1976: o Fluminense venceu o America por 2 a 0, em jogo da primeira rodada da fase final do Campeonato Carioca, diante de 50.007 pagantes no Maracanã. Doval e Gil marcaram os gols da Máquina Tricolor, que seguia a pleno vapor rumo à conquista do bicampeonato. Vasco e Botafogo se enfrentariam no dia seguinte, com vitória vascaína por 1 a 0. A segunda rodada aconteceria poucos dias depois, com Fluminense x Botafogo no dia 25 e Vasco x America no dia 26 (confiram os resultados aqui nas próximas efemérides!).

1977: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, em Moça Bonita, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Bonsucesso, com gols de Zezé e Doval, ambos no segundo tempo.

1983: em partida válida pelo Campeonato Carioca, perante 56.247 pagantes no Maracanã, o Fluminense derrotou o Vasco por 3 a 1, oferecendo ao rival um "presente de grego" no dia de seu 85º aniversário. Os gols saíram todos no segundo tempo: Aldo abriu o placar cabeceando após cruzamento de Branco aos 7 minutos, Roberto Dinamite empatou cobrando falta aos 25, e Washington decidiu aos 28 e aos 41. O Fluminense começava a empolgar sua torcida, na campanha em que conquistaria o primeiro turno (Taça Guanabara) e, posteriormente, o próprio Campeonato Carioca.
Aldo mergulha para abrir o placar, de cabeça, sem chance para Acácio: Fluzão 1 a 0!
(Foto: Jornal dos Sports.)

1984: no último amistoso da viagem ao exterior, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Chivas Guadalajara, do México, em partida realizada no Memorial Coliseum, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O gol do campeão brasileiro foi marcado por Romerito, cobrando pênalti.

1986: na sequência do giro pela Europa, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Brescia, da Itália, com um gol de Leomir, aos 22 minutos do 2º tempo. O jogo aconteceu no Stadio Mario Rigamonti, em Brescia. No dia seguinte, o Tricolor voltaria a campo, para enfrentar o Valladolid, pelo Torneio de Vigo, na Espanha.

1994: em jogo do Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Paraná. Os gols tricolores na partida foram de Djair e Welton.

2003: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense derrotou o Internacional por 1 a 0, com um golaço do jovem meia-atacante Carlos Alberto, aos 16 minutos do segundo tempo, diante de 39.545 pagantes no Beira-Rio, em Porto Alegre.

2013: na partida de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Goiás, gol de Samuel. O goleiro tricolor Diego Cavalieri defendeu uma cobrança de pênalti de Walter na partida. Na volta, na semana seguinte, o Tricolor perderia a vaga, com uma derrota por 2 a 0 em Goiânia.

2016: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Arruda, no Recife, o Fluminense venceu o Santa Cruz por 1 a 0, com um gol do centroavante Henrique Dourado, aos 29 minutos do primeiro tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Edson da Silva, o Edinho Silva (1970), lateral-direito com 23 atuações pelo time profissional do Fluminense, entre as temporadas de 1987 e 1989.

Paulo Alexandre de Souza Azevedo (1971), meio-campista com 5 gols marcados em 40 partidas disputadas pelo Fluminense, entre os anos de 1992 e 1993.

PCFilho

domingo, 20 de agosto de 2017

Xadrez - Mate em 2! (Friedrich Köhnlein)

Friedrich Köhnlein, Deutsches Wochenschach, 1908.
Código FEN: 4n3/5Q2/4N1R1/R2bk1p1/6pb/B3p3/3N4/K7 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

Efemérides tricolores - 20 de agosto


1911: diante de numerosa assistência no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense enfrentou uma Seleção do Uruguai, composta por jogadores dos principais times de Montevideo. O escrete nacional do país vizinho venceu a equilibrada partida pelo placar de 3 a 2. Os gols tricolores na partida internacional foram marcados por Arnaldo Guimarães e Orlando Bahiano. O selecionado uruguaio havia disputado quatro partidas em São Paulo: empate em 3 a 3 com o Paulistano (9 de agosto), empate em 2 a 2 com o São Paulo Athletic (12 de agosto), derrota por 3 a 0 para o Americano (13 de agosto) e empate em 2 a 2 com a Seleção Paulista (15 de agosto). De acordo com o Blog do Marcão, a Seleção do Uruguai tinha os seguintes atletas: Fernández della Sierra, Bariola, Jorge Germán Pacheco, Ángel-Allende, Francisco Crocker [Nacional Montevideo], E. Crocker [Nacional Montevideo], A. Bertone, Juan Carlos Bertone [Montevideo Wanderers], Antônio Marques, Carlos "Carlitos" Marques, Rebagliate, Alberto Zumarán [Montevideo Wanderers], Zumarán II e Altamirano.

1960: em jogo do turno do Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do São Cristóvão, gol de Maurinho, aos 6 minutos do primeiro tempo.

1961: em partida válida pelo Campeonato Carioca, perante 86.464 pagantes no Maracanã, o Fluminense derrotou o Flamengo por 4 a 3. O onze tricolor começou avassalador, abrindo logo 3 a 0 no placar, com gols de Calazans aos 4, Paulinho Omena aos 11 e Escurinho aos 17. Henrique Frade descontou para o Flamengo aos 25, mas Paulinho Omena marcou mais um aos 30 e parou a reação rubro-negra. No segundo tempo, o Flamengo chegou a descontar, com Dida aos 28 e Gérson aos 39, de pênalti, mas o Fluminense soube segurar a vitória. O treinador tricolor Zezé Moreira explicou a queda de produção na etapa final: "O preparo físico de certos elementos não está 100%. Escurinho chegou a sentir dores na perna, Humberto precisa de muita ginástica para chegar ao normal, havendo outros em condições idênticas. Ora, com 4 a 1 a nosso favor, a ninguém seria lícito pensar em empate ou derrota. A vitória estava mais que garantida. Por isso, eu mandei o time poupar esforços, atendendo aos seus próprios interesses. O que interessa ao Fluminense é a vitória, seja de 1 a 0, seja 4 a 3. De que adiantaria um placar de, por exemplo, 9 a 1? Não ganharíamos mais pontos por causa disso".

1964: em jogo no Maracanã, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Bonsucesso, gol de Amoroso, aos 39 minutos do segundo tempo. Com seis vitórias e um empate em sete jogos, o Fluminense iniciava a campanha de mais um título estadual - que seria conquistado em decisão contra o Bangu, em dezembro.

1967: o Fluminense venceu o Teresópolis por 3 a 0, com três gols de Cláudio Garcia, em amistoso disputado no Estádio Jorge Pereira da Silva, na cidade serrana.

1972: na decisão do terceiro lugar do Troféu Colombino, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Valencia, no Estádio Municipal de Huelva, na Espanha. Didi (aos 3 do segundo tempo) e Lula (aos 35, cobrando pênalti) marcaram os gols da vitória tricolor sobre a equipe espanhola. Na decisão do torneio, o Atlético de Madrid venceu o Slovan Bratislava, da Tchecoslováquia, por 2 a 1.

1978: na decisão do terceiro lugar do Torneio de Amsterdã, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o AZ Alkmaar, da Holanda, no Estádio Olímpico da capital holandesa. Os gols tricolores foram de Robertinho e Marinho Chagas. Na disputa de pênaltis, o AZ venceu por 5 a 4.

1985: em jogo da fase de grupos da Copa Libertadores, o Fluminense perdeu por 1 a 0 para o Ferro Carril Oeste, da Argentina, no Estádio do Ferro Carril Oeste, em Buenos Aires. O gol foi de Esteban González, aos 12 do primeiro tempo, cobrando pênalti duvidoso assinalado pelo árbitro uruguaio Ramón Barreto (que também expulsou Deley). Com o resultado, o Tricolor foi eliminado da competição.

1986: na decisão do terceiro lugar do Torneio de Zurique, competição organizada pelo Grasshopper-Club em comemoração ao centenário de sua fundação, o Fluminense perdeu por 1 a 0 para o Bayern de Munique, no Hardturm Stadion. O gol da vitória do time alemão foi de Dorfner, aos 15 minutos. Assim, o Bayern conseguiu igualar o histórico do confronto, já que, em 1975, o Fluminense vencera o timaço bávaro no Maracanã. Na decisão do torneio, o Grasshopper-Club venceu a Roma por 3 a 1.

1989: na sequência da excursão pela Europa, o Fluminense derrotou o Napoli, vice-campeão italiano da temporada anterior, por 1 a 0, no Stadio Partenio, em Avellino, na Itália, com um gol de Edgar, de falta, aos 28 minutos do segundo tempo. O Napoli conquistaria o Campeonato Italiano na temporada que se iniciava.

1995: em jogo do Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Criciúma, gol de Aílton, aos 21 minutos do segundo tempo.

1997: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Guarani por 3 a 1. Os gols tricolores foram de Paulinho McLaren (de pênalti), César e Paulo Roberto (de falta).

2008: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio dos Aflitos, no Recife, o Fluminense derrotou o Náutico por 3 a 1, com três gols do centroavante Washington.

2015: na partida de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil, no Maracanã, o Fluminense venceu o Paysandu por 2 a 1. Os gols tricolores foram de Magno Alves e Renato, o último aos 47 minutos do segundo tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Henry Welfare (1888), lendário centroavante inglês do Fluminense, sexto maior artilheiro  da história do clube (o maior da era amadora), líder do time tricampeão carioca em 1917, 1918 e 1919, e campeão também dos Torneios Início de 1916 e 1924. Entre 1913 e 1924, marcou incríveis 161 gols em 165 partidas oficiais pelo Fluminense, e ainda 4 gols em Torneios Início, e outros tantos pela Seleção Carioca.
Após jogar por três clubes ingleses (Northern Nomads, Liverpool e Tranmere Rovers), Welfare chegou ao Rio de Janeiro em 9 de agosto de 1913, contratado como professor de Língua Inglesa e Matemática pelo Ginásio Anglo-Brasileiro. Semanas depois, o Tanque Inglês estrearia no time principal do Fluminense, clube em que faria história nos anos seguintes. O cronista Mario Filho o definiu assim: "Era como se o Fluminense estivesse usando uma arma proibida; os outros clubes de espada, o Fluminense de revólver, de metralhadora". Em 1920, o professor Harry recebeu o justo título de sócio benemérito, homenagem justíssima, pois sua passagem pelo Fluminense certamente mudou o clube de patamar.

Luís Henrique Pereira dos Santos (1968), meio-campista com 10 gols marcados em 69 partidas disputadas pelo Fluminense, entre as temporadas de 1994 e 1997. Fez parte do time que conquistou o Campeonato Carioca de 1995. Na Seleção Brasileira, fez 7 gols em 20 jogos, e participou das Copas América de 1991 e 1993.

PCFilho

sábado, 19 de agosto de 2017

Programação da Loteca - Concurso 764


Amigos e amigas, confiram abaixo a programação com as 14 partidas que compõem o concurso número 764 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Elas serão disputadas no sábado 26 e no domingo 27, válidas pelas principais divisões do Campeonato Brasileiro (7 da Série A, 3 da Série B e 4 da Série C):
1) Palmeiras x São Paulo (domingo, 16:00, Allianz Parque)
2) Fluminense x Vasco (sábado, 16:00, Maracanã)
3) Avaí x Chapecoense (domingo, 19:00, Ressacada)
4) Salgueiro x Sampaio Corrêa (sábado, 20:00, Cornélio de Barros)
5) Oeste x Boa Esporte (sábado, 16:30, Arena Barueri)
6) Luverdense x Londrina (sábado, 19:00, Passo das Emas)
7) Botafogo de Ribeirão Preto x Tupi (sábado, 15:00, Santa Cruz)
8) Flamengo x Atlético Paranaense (domingo, 16:00, Luso-Brasileiro)
9) Fortaleza x CSA (domingo, 19:00, Castelão)
10) Bahia x Botafogo (domingo, 16:00, Fonte Nova)
11) Ponte Preta x Atlético Mineiro (domingo, 16:00, Moisés Lucarelli)
12) Cruzeiro x Santos (domingo, 19:00, Mineirão)
13) Botafogo/PB x Confiança (domingo, 16:00, Almeidão)
14) Santa Cruz x CRB (sábado, 16:30, Arruda)

Os bilhetes deste concurso 764 da Loteca poderão ser registrados a partir da manhã da segunda-feira 21, até as 14:00 de Brasília do sábado 26. Recomendamos que os leitores registrem suas apostas nas casas lotéricas com a máxima antecedência possível, a fim de evitar filas e outros transtornos.

Confiram em breve aqui no Jornalheiros os porcentuais estimados de apostas para os 14 jogos. Os porcentuais são a base do método de apostas que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Em cada um dos 14 jogos, o apostador deve escolher um dos três resultados possíveis: coluna 1 (vitória do mandante), coluna do meio (empate) ou coluna 2 (vitória do visitante). A aposta mínima na Loteca dá direito a um palpite duplo e custa R$ 2,00 (dois reais). Para cada palpite duplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 2. Para cada palpite triplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 3. Exemplos:
- uma aposta com 1 palpite duplo e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 3 = R$ 6,00 (seis reais).
- uma aposta com 3 palpites duplos e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 2 × 2 × 3 = R$ 24,00 (vinte e quatro reais).
- uma aposta com 2 palpites duplos e 2 palpites triplos custa R$ 2,00 × 2 × 3 × 3 = R$ 36,00 (trinta e seis reais).
- uma aposta com 4 palpites duplos e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 2 × 2 × 2 × 3 = R$ 48,00 (quarenta e oito reais).

Abaixo, a seção dos comentários está sempre aberta para que vocês façam suas observações. Qual será a grande zebra deste concurso? Qual time não perderá de jeito nenhum? Esperamos as suas opiniões! Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros! Apostem com moderação, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho

Efemérides tricolores - 19 de agosto



1939: em jogo amistoso, no campo da rua Cesário Ramalho, em São Paulo, o Fluminense ganhou por 4 a 2 da Portuguesa. Os gols tricolores na partida foram marcados por Mário Milani (3) e Fogueira. Esta foi a segunda vitória do Fluminense na viagem à capital paulista, após os 2 a 0 sobre o São Paulo (vide 17 de agosto).

1944: em partida disputada no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Flamengo, e manteve-se na liderança do Campeonato Carioca, dois pontos à frente do rival rubro-negro. Com três defesas difíceis, o goleiro tricolor Batatais foi o melhor em campo.

1945: em amistoso no Estádio José Procópio Teixeira, em Juiz de Fora, o Fluminense venceu o Tupynambás por 3 a 2. Os gols da vitória do Fluminense foram marcados por Simões e Pedro Amorim (dois, um deles decidindo a partida, nos minutos finais). Na partida, o goleiro tricolor Batatais defendeu uma cobrança de pênalti de Eurico.

1950: em sua segunda partida de noventa minutos no Maracanã, o Fluminense empatou novamente: 2 a 2 com o Bonsucesso, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. Os dois gols tricolores foram de Didi, o segundo cobrando pênalti, mas a grande atuação do dia foi a do goleiro Castilho, que garantiu o empate com muitas defesas. Nos minutos finais, o arqueiro do Fluminense defendeu três chutes violentos seguidos de Cidinho, em lance que empolgou a torcida. Ao fim do jogo, Castilho foi muito aplaudido pelo público presente no novo estádio carioca.
Manchete do Jornal dos Sports destacando a atuação de Castilho.

1956: em partida válida pela quarta rodada do turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Conselheiro Galvão, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Madureira. Os gols da vitória tricolor foram de Waldo (2) e Léo Briglia.

1972: na semifinal do Troféu Colombino, na Espanha, o Fluminense perdeu para o Atlético de Madrid por 4 a 2, no Estádio Municipal de Huelva. Aos dois minutos, Lula abriu o placar para o Fluminense cobrando falta. Aos 42, Jair Pereira ampliou, aproveitando um rebote do goleiro Rodri. Entretanto, no segundo tempo, o Atlético de Madrid conseguiu reagir e virou o placar para 4 a 2, com três gols de Javier Irureta e um de Luis Aragonés. O clube madrilenho vivia grande fase, era o campeão da Copa del Rey de 1972, conquistaria a Liga Espanhola em 1973, e seria vice-campeão da Copa da Europa em 1974. Os outros participantes do Troféu Colombino foram o espanhol Valencia e o tchecoslovaco Slovan Bratislava (que venceu a outra semifinal por 4 a 0). Na decisão do terceiro lugar, o Fluminense derrotaria o Valencia (vide efemérides de amanhã).
O craque Gérson em ação na partida contra o Atlético de Madrid, em Huelva.

1979: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio Atílio Marotti, em Petrópolis, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Serrano, gols de Gilcimar e Edinho (dois, ambos cobrando falta).

1981: em partida do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o Americano de Campos por 1 a 0, com um gol de Cláudio Adão, aos 39 minutos do segundo tempo.

1982: em jogo do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense goleou o Americano de Campos por 5 a 0, gols de Aldo, Amauri (3) e Alexandre.

1990: em partida disputada no Estádio do Maracanã, o Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro com vitória: 3 a 0 sobre a Portuguesa de Desportos, com gols de Renato Carioca e Rinaldo (2). O centroavante da Portuguesa neste jogo foi Ézio - jogador que seria contratado pelo Fluminense na temporada seguinte, e se tornaria um ídolo do clube.

1993: na partida de volta da primeira fase da Copa Conmebol, diante de 990 pagantes no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Atlético Mineiro, gols de Chiquinho e Julinho. Durante o jogo, o goleiro tricolor Nei defendeu um pênalti (como havia feito também na partida de ida). Como o Atlético vencera o jogo de ida também por 2 a 0, a classificação foi definida em disputa de pênaltis, com vitória do clube mineiro por 4 a 2.

2001: em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense derrotou o Gama por 4 a 3. Os gols tricolores foram assinalados por Roni (2), Yan e Agnaldo.

****

Aniversariante do dia:

José Henrique de Abreu, o Zé Henrique (1931), centroavante que integrou o plantel do Fluminense entre as temporadas de 1951 e 1952. Atuou posteriormente no Madureira (esteve em campo na partida que decidiu o Campeonato Carioca de 1959 - Fluminense 2 x 0 Madureira).

PCFilho

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Xadrez - Mate em 6! (Karl Andreyevich Yanish)

Karl Andreyevich Yanish, Découvertes sur le cavalier (aux échecs), 1837.
Código FEN: 8/8/8/8/1N6/p7/8/k1K5 w - - 0 1.

É possível dar xeque-mate com somente Rei e Cavalo? Sim! As Brancas jogam e dão xeque-mate em 6 lances!

(Is it possible to give checkmate with only King and Knight? Yes! White to play and give checkmate in 6 moves!)

PCFilho

Efemérides tricolores - 18 de agosto


1912: em jogo do returno do Campeonato Carioca, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense ganhou por 4 a 1 do Bangu. Conrado Mutzembecker, Ernesto Paranhos (2) e Barthô marcaram os gols do Fluminense, com Roldão Maia descontando para o Bangu. Com o time quase inteiramente renovado, devido à debandada dos nove titulares de 1911, que foram para o Flamengo, o Tricolor obtinha sua quinta vitória consecutiva, provando que sobreviveria à crise.
Gazeta de Notícias, 19/08/1912.

1935: em jogo do primeiro turno do Campeonato Carioca, em Teixeira de Castro, o Fluminense goleou o Modesto por 6 a 2. Os gols tricolores foram de Romeu Pellicciari, Sobral (2), Vicentino (2) e Hércules.

1940: em partida válida tanto pelo Campeonato Carioca quanto pelo Torneio Rio-São Paulo, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o America, na rua Campos Sales. Os dois gols tricolores foram marcados por Adílson. O Torneio Rio-São Paulo seria interrompido ao fim do primeiro turno, com Fluminense e Flamengo dividindo a liderança. O Campeonato Carioca terminaria com o Fluminense campeão.

1951: na segunda rodada do turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense obteve sua segunda vitória na competição: 3 a 1 sobre o Bonsucesso. Os gols tricolores foram de Carlyle (2) e Joel (de pênalti). Nos meses seguintes, o Fluminense faria uma campanha memorável, até vencer a decisão contra o Bangu e sagrar-se campeão.

1959: na quinta rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã, o líder Fluminense venceu mais uma: 2 a 1 sobre a Portuguesa da Ilha do Governador. Mas não foi nada fácil: a Portuguesa abriu o placar com um gol de Orlando, e se fechou num ferrolho. Foi só aos 32 minutos do segundo tempo que Waldo empatou, de voleio, com assistência de Maurinho. Aos 40, o mesmo Maurinho marcou o gol da virada, de cabeça, com assistência de Escurinho. Este foi o 20º triunfo consecutivo daquele time: a maior sequência de vitórias da história do Fluminense, entre 31 de maio e 18 de agosto (vejam a lista completa de resultados aqui). Aquela campanha terminaria com a conquista do título estadual pelo Tricolor.

1962: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 0 da Portuguesa da Ilha do Governador, gols de Rodrigo, Edil e Walter Lino.

1971: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Coritiba por 2 a 1. Ivair e Lula marcaram os gols do Fluminense no primeiro tempo, e Tião Abatiá descontou para o Coritiba na etapa complementar. Nesta partida, o treinador do Coritiba era Elba de Pádua Lima, o lendário Tim - o ídolo foi devidamente aplaudido pela torcida tricolor.

1978: no Torneio de Amsterdã, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o Ajax, no Estádio Olímpico da capital holandesa. Os gols tricolores foram de Marinho Chagas e Carlos Alberto Pintinho. Na disputa de pênaltis, o Ajax venceu por 5 a 4.

1984: no último jogo da excursão à Itália, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Pisa, no Stadio Comunale, em Pistoia. Em cinco jogos na Itália, foram três vitórias tricolores, um empate e uma derrota.

1986: em jogo no Hardturm Stadion, em Zurique, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Grasshopper-Club, da Suíça. Na definição por pênaltis, o Grasshopper-Club venceu por 5 a 3. Foi a semifinal do Torneio de Zurique, competição organizada pelo Grasshopper-Club em comemoração ao centenário de sua fundação. Também participaram o Bayern de Munique, da Alemanha, e a Roma, da Itália.

1991: o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com vitória: 2 a 0 sobre o América de Três Rios, no Estádio Tievão, em Três Rios. Os gols foram marcados pelo aniversariante Renato Carioca e por Sandro.

2004: no Stade Sylvio Cator, em Port-au-Prince, capital do Haiti, a Seleção Brasileira realizou um amistoso histórico contra a Seleção do Haiti, em prol das vítimas do terremoto que arrasara o país do Caribe. Dois atletas do Fluminense disputaram a partida: o meio-campista Roger Flores (que foi titular e marcou dois gols) e o goleiro Fernando Henrique (que entrou no segundo tempo). A Seleção venceu o jogo por 6 a 0, e proporcionou um dia inesquecível para o sofrido povo haitiano.

2012: na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Sport Recife, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O gol da vitória foi de Samuel, aos 37 minutos do segundo tempo. O Fluminense passou a somar 39 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 11 vitórias, 6 empates e 1 derrota. A ótima campanha terminaria com a conquista do quarto Brasileirão da história tricolor.

****

Aniversariantes do dia:

Ari Ercílio Barbosa (1941), zagueiro gaúcho com 21 atuações pelo Fluminense na temporada de 1972. Antes de jogar no Fluminense, Ari Ercílio atuara por Internacional, Corinthians, Grêmio e Seleção Brasileira. Em 18/11/1972, o atleta do Fluminense faleceu inesperadamente: foi pescar no Costão do Vidigal e acabou levado pelo mar. Ari Ercílio foi o quarto jogador de futebol a morrer enquanto era atleta do Fluminense, depois de Archibald French (1918), Mano (1922) e Jorge Tavares Py (1930).


Laércio da Silva Vieira Canil, o Renato Carioca (1966), atacante com 31 gols marcados em 95 partidas pelo Fluminense, entre as temporadas de 1990 e 1992. Ele utilizava o pseudônimo Renato como homenagem a seu avô.


Leandro da Fonseca Euzébio, o Leandro Euzébio (1981), zagueiro com 15 gols marcados em 167 partidas pelo Fluminense, entre os anos de 2010 e 2014. Foi campeão brasileiro em 2010 e 2012, e campeão carioca em 2012. Nas duas campanhas vitoriosas no Brasileirão, teve participação importante: em 2010, atuou em 35 das 38 rodadas, e marcou 5 gols; em 2012, atuou em 19 partidas, e marcou 3 gols.


PCFilho

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Xadrez - Mate em 2! (Juan García Llamas)

Juan García Llamas, Problemas SEPA, 1950.
Código FEN: b1qb4/2P1n2K/Q2p1BpN/pr6/3R3n/1p2k1P1/1R2Pp2/1B2N2r w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

Efemérides tricolores - 17 de agosto


1913: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense goleou o Mangueira por surreais 10 a 2. Os gols tricolores na partida foram de Vidal (contra), João Baptista (3), José Bello, Sarmento (2), Oswaldo Gomes (2) e Barthô.

1919: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Bangu, gols de Machado (2), Zezé e Welfare. O Tricolor somava até ali cinco vitórias e uma derrota em seis jogos, no início da campanha do tricampeonato.

1924: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, em General Severiano, o Fluminense derrotou o Botafogo por 2 a 0, gols de Nilo e Fortes. Com uma campanha de 9 vitórias e 1 empate, o Tricolor seguia a passos firmes para voltar a conquistar o título de campeão do Rio de Janeiro.

1930: diante de 16.500 pessoas no Estádio do Fluminense, em Laranjeiras, a Seleção Brasileira derrotou o escrete dos Estados Unidos por 4 a 3. O capitão Preguinho, representante tricolor na Seleção, marcou o primeiro gol do jogo, aos 6 minutos do primeiro tempo. Este foi o primeiro confronto entre as duas seleções nacionais na história. A equipe norte-americana seguia na América do Sul após a disputa da Copa do Mundo do Uruguai, na qual fora semifinalista.

1939: em amistoso interestadual no Parque Antártica, o Fluminense venceu o São Paulo por 2 a 0, gols de Pedro Amorim e Mário Milani. Esta foi a primeira vitória tricolor no histórico do confronto com o São Paulo.

1941: em jogo do segundo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Madureira. Hércules, Tim e Rongo marcaram os gols do Fluminense na partida, com Lelé descontando para o Madureira. Naquele ano, o Tricolor conquistaria o título do Campeonato Carioca, com 22 vitórias em 28 jogos, e o melhor ataque da história da competição (106 gols-pró).

1946: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense perdeu para o America por 3 a 1. Lima, Oscar e Maneco marcaram os gols do America, e Rodrigues Tatu descontou para o Fluminense com um gol olímpico (direto de escanteio). O Tricolor passou a ter 5 vitórias e 2 derrotas em 7 jogos no Campeonato, que seria o mais disputado da história, com Fluminense, America, Botafogo e Flamengo terminando empatados em pontos. No Supercampeonato, em dezembro, o Fluminense sairia vencedor.

1947: no campo da rua Conselheiro Galvão, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Bangu, com três gols de Pinhegas e um de Simões, em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca.

1957: em jogo dramático no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense obteve sua quarta vitória em quatro jogos no Campeonato Carioca: 1 a 0 sobre o Madureira, gol do ponta Escurinho, aos 37 minutos do segundo tempo.

1969: em Asunción, com o tricolor Félix no gol, a Seleção Brasileira venceu o Paraguai por 3 a 0, em partida das eliminatórias da Copa do Mundo. Na mesma tarde, o Maracanã recebeu 67.492 pagantes, para a rodada decisiva da Taça Guanabara, competição disputada à parte do Campeonato Carioca (que o Fluminense já havia conquistado, em 15 de junho). Na preliminar, Flamengo e Botafogo empataram em 1 a 1. No jogo principal, o Fluminense venceu o America por 1 a 0, gol de Flávio, aos 41 minutos do segundo tempo, e conquistou o título. Na temporada de 1969, o Rio de Janeiro era mesmo tricolor!

1974: no Estádio do Maracanã, em jogo do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Olaria. Os gols da vitória tricolor foram marcados por Kléber e Gil (2).

1975: diante de 100.703 pagantes no Estádio do Maracanã, a grande maioria de tricolores, o Fluminense conquistou o Campeonato Carioca, mesmo perdendo por 1 a 0 para o Botafogo (gol de Ademir, de falta, aos 23 do segundo tempo). O Tricolor podia ser derrotado por até dois gols, porque tinha melhor saldo de gols no triangular decisivo, em comparação com os rivais Botafogo e Vasco. A Máquina Tricolor, sob o comando técnico de Carlos Alberto Parreira, jogou com: Félix; Toninho, Silveira, Assis e Marco Antônio; Zé Mário, Carlos Alberto Pintinho (Kléber) e Rivellino; Cafuringa, Manfrini e Paulo Cezar Caju. Ao soar do apito final, o craque Rivellino estava visivelmente emocionado, pois finalmente conquistava um título por um clube: o Fluminense, campeão carioca pela 22ª vez na história!

1980: o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com vitória: 2 a 0 sobre o Bonsucesso, gols de Gilberto e Edinho, no Estádio Luso-Brasileiro. Era o início de uma bela campanha, em que o Fluminense, com um time de jovens formados em casa, voltaria a ser campeão estadual.

1989: na sequência da excursão pela Europa, o Fluminense derrotou o Livorno, da Itália, por 3 a 0, gols de Gama, Vânder Luís e Hélio, no Stadio Armando Picchi, em Livorno.

2002: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense derrotou o Grêmio por 3 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Magno Alves e Romário (2).

2005: o Fluminense estreou na Copa Sul-Americana com uma vitória por 2 a 1 sobre o Santos, em São Januário. Os gols do Fluminense no jogo foram de Tuta e Gabriel.

2008: em partida do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Atlético Mineiro, com um gol do atacante Dodô, aos 16 minutos do segundo tempo.

2011: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Engenhão, o Fluminense venceu o Figueirense por 3 a 0, gols de Edinho e Rafael Moura (2).

2013: na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Náutico, graças ao gol de Samuel, aos 25 minutos do segundo tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Gil Trindade de Almeida (1934), zagueiro que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1954.

Jorge de Amorim Campos, o Jorginho (1964), lateral-direito e volante com curta passagem pelo Fluminense na temporada de 2002, tendo atuado em 8 partidas do primeiro semestre daquele ano. Na Seleção Brasileira, foi o lateral-direito titular na conquista da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos.

Roger Galera Flores (1978), meio-campista formado pelo Fluminense, com 58 gols marcados em 221 jogos pelo time profissional tricolor, entre 1996 e 2004. Com a camisa do Fluminense, participou das campanhas vitoriosas da Copa Rio de Janeiro de 1998 e da Série C do Campeonato Brasileiro de 1999.

Leandro Teixeira Dantas (1987), volante que integrou o elenco do Fluminense em 2010, após se destacar no Duque de Caxias.

PCFilho

Palpites da Loteca - Concurso 763


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 763 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se à vitória do time mandante, o segundo refere-se ao empate, e o terceiro refere-se à vitória do time visitante:
1) Bahia x Vasco (55% 25% 20%)
2) Cruzeiro x Sport Recife (60% 25% 15%)
3) Coritiba x Santos (20% 30% 50%)
4) Remo x Botafogo PB (50% 30% 20%)
5) ABC x Internacional (10% 10% 80%)
6) Guarani x Santa Cruz (70% 20% 10%)
7) Boa Esporte x Ceará (30% 40% 30%)
8) Corinthians x Vitória (90% 5% 5%)
9) Sampaio Corrêa x Fortaleza (40% 35% 25%)
10) Flamengo x Atlético Goianiense (80% 10% 10%)
11) Avaí x São Paulo (30% 30% 40%)
12) Ponte Preta x Botafogo (60% 25% 15%)
13) Palmeiras x Chapecoense (90% 5% 5%)
14) Grêmio x Atlético Paranaense (50% 25% 25%)

As apostas neste concurso 763 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 19, em qualquer casa lotérica do Brasil. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da segunda-feira 21.

Vocês concordam com os porcentuais acima? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso? Qual é a aposta ideal para abocanhar esse concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

PS: estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Xadrez - Mate em 2! (Huibrecht Van Beek)

Huibrecht Van Beek, The Chess Problem, 1947.
Código FEN: 4K3/1n3B1b/3p1B1b/p1p5/RP2k1P1/1r5N/2Pp1PPQ/3r4 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

Efemérides tricolores - 16 de agosto



1914: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense ganhou por 4 a 1 do Paysandu. Os gols tricolores foram de Welfare, Barthô (2) e Oswaldo Gomes.

1930: no Estádio de Lourdes, Fluminense e Atlético Mineiro disputaram a primeira partida noturna da cidade de Belo Horizonte. O jogo amistoso, que foi também o primeiro confronto entre os tradicionais clubes, terminou empatado em 1 a 1, com Zé Maria marcando o gol tricolor. Um dos presentes na arquibancada foi o senhor Jules Rimet, presidente da FIFA.

1931: em jogo pela semifinal do Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais, no Estádio do Fluminense, em Laranjeiras, a Seleção Carioca venceu a Seleção Baiana por 6 a 0, com atuação destacada do craque tricolor Preguinho, que marcou três gols. Walter (2) e Coelho assinalaram os outros gols cariocas. O escrete carioca atuou com: Zezé [Bangu]; Domingos da Guia [Bangu] e Hildegardo [America]; Hermógenes [America], Zezé [S. C. Brasil] e Ivan Mariz [Fluminense]; Walter [S. C. Brasil], Leônidas da Silva [Bonsucesso], Coelho [S. C. Brasil], Preguinho [Fluminense] e Theóphilo [Fluminense]. Na outra semifinal da competição, a Seleção Paulista massacrou a Seleção Pernambucana por 11 a 3, na Chácara da Floresta, em São Paulo. Cariocas e paulistas decidiriam o Campeonato Brasileiro nas semanas seguintes, em três partidas (vide aqui nas próximas efemérides!).

1934: em jogo amistoso, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 7 a 2 do Sport de Juiz de Fora. Barriloti, Pirica, Vicentino (2) e Russo (3) marcaram os gols tricolores na partida.

1953: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, diante de uma multidão no Maracanã (116.266 presentes, com 103.132 pagantes), o Fluminense derrotou o Flamengo por 3 a 2. Róbson, Telê (de pênalti) e Marinho marcaram os gols tricolores, com Esquerdinha e Evaristo de Macedo descontando para o Flamengo. As duas torcidas viviam momentos de empolgação: os rubro-negros felizes com o bom início de Campeonato (cinco vitórias nas cinco primeiras rodadas); e os tricolores entusiasmados com um dos melhores times de sua história, campeão mundial no ano anterior. O resultado foi o maior público da história do Fla-Flu até aquela data, superando o clássico de 14/10/1951 (que tivera 109.212 presentes).

1961: em jogo válido pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Canto do Rio, com um gol do zagueiro Pinheiro, cobrando falta, aos 15 minutos do primeiro tempo.

1970: diante de 61.667 pagantes no Maracanã, o Fluminense venceu o America por 3 a 1, e conquistou o primeiro turno do Campeonato Carioca. Flávio, Aldeci (contra) e Lula assinalaram os gols da vitória tricolor.

1984: na sequência do giro pela Itália, o Fluminense ganhou por 3 a 2 da SPAL, no Stadio Paolo Mazza, em Ferrara. Os gols tricolores no amistoso foram marcados por Romerito, Tato e Washington.

1986: em mais um amistoso na Espanha, o Fluminense goleou o Deportivo Segóvia por 8 a 0, no Estádio Municipal de La Albuera. Os gols foram de Washington (2), Paulinho, Marcão (4) e Gallo.

2015: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, com 23.130 presentes no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Figueirense por 2 a 1. Os gols tricolores na partida foram marcados no segundo tempo, através de Cícero (aos 3) e Fred (aos 19).

****

Aniversariantes do dia:

Faustivânio Venâncio Fernandes, o Vanin (1975), lateral-esquerdo com 30 atuações pelo Fluminense na temporada de 2000.


Caio Ribeiro Decoussau (1975), atacante com 7 gols marcados em 38 partidas pelo Fluminense, entre as temporadas de 2001 e 2002, ano em que foi campeão carioca.

PCFilho

Cartola FC - Dicas da 21ª rodada - 2017


Amigos e amigas, a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017 terá os seguintes dez jogos, no sábado 19, no domingo 20 e na segunda-feira 21, todos valendo pontos para o Cartola FC:
19/08/2017 (sábado)
16:00 - Corinthians x Vitória - Itaquerão (São Paulo)
19:00 - Flamengo x Atlético Goianiense - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
20/08/2017 (domingo)
11:00 - Grêmio x Atlético Paranaense - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
16:00 - Avaí x São Paulo - Ressacada (Florianópolis)
16:00 - Bahia x Vasco - Fonte Nova (Salvador)
16:00 - Cruzeiro x Sport Recife - Mineirão (Belo Horizonte)
16:00 - Ponte Preta x Botafogo - Moisés Lucarelli (Campinas)
19:00 - Coritiba x Santos - Couto Pereira (Curitiba)
19:00 - Palmeiras x Chapecoense - Allianz Parque (São Paulo)
21/08/2017 (segunda-feira)
20:00 - Fluminense x Atlético Mineiro - Maracanã (Rio de Janeiro)

****

Na última rodada, a escalação sugerida aqui no blog zicou feio e só marcou 14,43 pontos (😭). No acumulado do Campeonato, as escalações sugeridas somam 984,77 pontos, média de 49,24 pontos por rodada.

Minha sugestão de escalação para esta 21ª rodada, no esquema tático 4-3-3, é a seguinte, com custo total de C$ 158,06:
- Goleiro: Vanderlei (Santos, C$ 22,09);
- Laterais: Renê (Flamengo, C$ 5,93) e Mena (Sport Recife, C$ 6,78);
- Zagueiros: Balbuena (Corinthians, C$ 11,89) e Luan (Palmeiras, C$ 7,24);
- Meias: Hernanes (São Paulo, C$ 18,79), Renê Júnior (Bahia, C$ 11,87) e Zé Rafael (Bahia, C$ 18,77);
- Atacantes: Fernandinho (Grêmio, C$ 11,62), (Corinthians, C$ 12,75) e Henrique Dourado 🔪 (Fluminense, C$ 20,95);
- Técnico: Dorival Júnior (São Paulo, C$ 9,38).

****

A nossa Liga Jornalheiros tem 568 participantes! O ranking com os 10 maiores pontuadores da Liga até agora está abaixo. Se você quiser participar da Liga, deve solicitar a entrada clicando aqui.

1º. Palmeiras.Campeao.de.novo (Flávio), 1351,67 pts;
2º. Dale juvem (Gabriel Ckim Mitoo), 1345,98 pts;
3º. Paulinho_mengão (Paulo Henrique), 1326,42 pts;
4º. Palmeiras Sempre Palmeiras FutebolClube (Gustavo Pim), 1314,98 pts;
5º. VARGAS fc 2017 (angelo), 1313,53 pts;
6º. Fegu fc (Felipe), 1311,52 pts;
7º. Recifee FC (Rafael Botelho), 1311,48 pts;
8º. CyKyM4ster FC (Evenny), 1311,34 pts;
9º. Canelas de Aço (Lucy Marinho), 1309,90 pts;
10º. Fecha Curto FC (Allan Oliveira), 1304,28 pts.

O mito da Liga Jornalheiros na última rodada foi o time Frauzão F C, do cartoleiro Alexandre Naufal, que somou 72,92 pontos! Parabéns!

****

O Jornalheiros é um espaço democrático: os comentários de todos são bem-vindos, lembrando sempre: respeito em primeiro lugar! Sigam as regras do blog, grafem os nomes dos clubes da maneira correta, e tratem bem todos os que interagirem aqui. Boa sorte a todos, e muito obrigado pelo prestígio de sempre ao blog!

PCFilho

PS: para os que também curtem a Loteca, estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Interessados, por favor entrem em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com. Ainda há tempo de adquirir o e-book com desconto.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Efemérides tricolores - 15 de agosto



1872: um grupo de jovens ingleses apaixonados por esportes fundou o Rio Cricket Club, para a prática do críquete, num terreno alugado no caminho do Berquó (atual rua General Polidoro), em Botafogo. Do Rio Cricket Club surgiria, em 1880, o Paysandu Cricket Club - um dos sócios era George Emmanuel Cox, pai de Oscar Alfredo Cox, que nascera naquele ano e, em 1902, juntamente com outros sócios do Paysandu, resolveria fundar um novo clube, para dar mais atenção ao futebol: o Fluminense Football Club.

1902: o Fluminense Football Club participou pela primeira vez de uma competição esportiva, com uma equipe de atletismo, na festa campestre promovida no bairro de Icaraí, em Niterói, pelo Rio Cricket and Athletic Association, em comemoração à coroação de Sua Majestade o Rei Eduardo VII, do Reino Unido. Já no primeiro evento do dia, o Fluminense mostrou sua vocação para a glória: seu atleta e fundador Victor François Etchegaray venceu a sua semifinal da corrida de 100 jardas - depois, Victor venceu também a final, tornando-se o primeiro atleta a ser campeão pelo Fluminense. No evento do levantamento de peso, veio a segunda glória do Fluminense, com a vitória de Louis da Nóbrega Júnior.
O cartaz da primeira competição de que o Fluminense participou.
Arquivo de Affonso Castro.

1904: no segundo amistoso da inauguração da primeira arquibancada do campo da rua Guanabara, o Fluminense perdeu novamente para o Paulistano (2 a 0). Da mesma forma que na partida da véspera, um bom público esteve presente, para conhecer o primeiro estádio construído especificamente para a prática do futebol no Rio de Janeiro, e também para apreciar o confronto do Fluminense com o então vice-campeão paulista. Nos 15 primeiros jogos de sua história, o Fluminense acumulou 9 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

1909: no primeiro confronto entre campeões estaduais na história do futebol brasileiro, o Fluminense venceu o Paulistano por 3 a 1, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), em partida cercada de muita expectativa. A grande vitória tricolor sobre o campeão paulista começou com um golaço do zagueiro Félix Frias, de longe, por cobertura. O centroavante Bibi empatou para o Paulistano com um chute firme e rasteiro, mas ainda no primeiro tempo Emile Etchegaray pôs o Fluminense novamente na frente, com um chute enviesado à meia altura, após receber passe de Hargreaves. Na etapa final, o Paulistano teve um pênalti a seu favor: Bibi cobrou e o goleiro tricolor Waterman defendeu, mas em vão, pois o árbitro mandou voltar a cobrança - na segunda tentativa, Bibi chutou por cima. Pouco depois, Hargreaves assinalou o terceiro gol do Fluminense, em lance polêmico, pois houve reclamações de toque de mão de um jogador tricolor. O Fluminense atuou com: Waterman; Victor Etchegaray e Félix Frias; Nestor Macedo, Mutzembecker e Gallo; Waymar, Joaquim da Costa Santos, Hargreaves, Emile Etchegaray e Armínio Motta. O Paulistano jogou com: Armando Pederneiras; Cyro e Tommy; Gullo, Tutu e Rubens Salles; Joaquim Prado, Pelayo, Bibi, Gonçalves e Fernão Salles. Embora não houvesse uma taça em jogo, esta partida pode ser considerada como a primeira disputa pelo título de "melhor time de futebol do Brasil" com algum critério técnico. O vencedor de tal disputa só poderia ser mesmo o Fluminense.
O Fluminense de 1909: melhor time de futebol do Brasil.
Na fila de cima: Victor Etchegaray, Waterman e Félix Frias.
Na fila do meio: Nestor Macedo, Mutzembecker e Gallo.
Na fila de baixo: Waymar, Joaquim da Costa Santos, Hargreaves, Emile Etchegaray e Armínio Motta.
Foto: site oficial do Fluminense.

1917: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, em General Severiano, o Fluminense derrotou o Botafogo por 4 a 2, de virada, com dois gols de Couto e dois gols de Celso, todos nos últimos 20 minutos do jogo. Foi a sétima vitória tricolor em sete jogos na competição - o início da brilhante campanha que terminaria com a conquista do primeiro título do histórico tricampeonato entre 1917 e 1919.

1918: em um resultado surpreendente, o Fluminense perdeu por 1 a 0 para o modesto Villa Isabel, gol-contra de Chico Netto, no campo do Jardim Zoológico, em jogo do returno do Campeonato Carioca. Foi a única derrota tricolor na campanha do bicampeonato.

1937: o Fluminense encerrou sua primeira viagem ao Rio Grande do Sul com uma bela vitória: 4 a 0 sobre o Grêmio, gols de Vicentino, Romeu Pellicciari, Hércules (de falta) e Sandro, no Estádio da Baixada, em Porto Alegre. Este foi o primeiro confronto deste grande clássico do futebol brasileiro.

1942: em jogo válido pelo segundo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Bonsucesso, gols de Adilson e Russo.

1944: em partida do turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Bonsucesso por 3 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Magnones (de pênalti), Pirombá e Bolinha (contra).

1948: em jogo do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 5 a 2 do Bangu, no Estádio de Laranjeiras. No primeiro tempo, Orlando Pingo de Ouro abriu o placar para o Fluminense, Amaral empatou para o Bangu, e o Tricolor marcou mais três gols, com Cento-e-Nove, Rodrigues Tatu e Guálter (contra). Na etapa final, Cardoso descontou para o Bangu, e Simões fechou o placar em 5 a 2.

1954: o Fluminense conquistou o título de campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro, perante 45.276 pagantes no Estádio do Maracanã! Nas três partidas, o Fluminense jogou com: Adalberto; Getúlio e Pinheiro; Jair Sant'Anna, Emílson e Bigode; Milton Bororó, Didi, Waldo, Róbson e Esquerdinha. No primeiro jogo, com dois tempos de 10 minutos, uma vitória sobre o Olaria por 1 a 0, gol de Didi, por cobertura, aos 2 minutos do 2º tempo. No segundo duelo, novamente com dois tempos de 10 minutos, um tenso empate em 0 a 0 com o Vasco, e na definição por pênaltis, vitória do Fluminense por 5 a 4, com o ponta tricolor Esquerdinha convertendo todas as suas cinco cobranças, e o vascaíno Alvinho desperdiçando duas de suas seis tentativas. Na grande decisão, com dois tempos de 30 minutos, o Fluminense derrotou o Flamengo por 1 a 0, gol chorado de Esquerdinha, com a bola tocando a trave antes de entrar, aos 27 minutos do primeiro tempo, com assistência de Róbson. No finalzinho, o Flamengo quase empatou com Paulinho, mas o capitão Bigode fez um milagre e salvou o gol certo com uma acrobacia, em cima da linha do gol. O Fluminense, campeão do Torneio Início de 1954, recebeu a Taça Antônio Santassusagna pela memorável conquista.

1973: no jogo extra para decidir o grupo B do terceiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Botafogo, no Maracanã, gol de Manfrini. Com a vitória, o Fluminense recebeu a Taça José Ferreira Agostinho, e garantiu vaga na decisão do Campeonato, por já ter vencido também o segundo turno. A final seria na semana seguinte, contra o vencedor do confronto entre Flamengo e Vasco (vide 22 de agosto).

1982: em partida do Campeonato Carioca, em Ítalo Del Cima, o Fluminense venceu o Campo Grande por 3 a 0, gols de Robertinho, Zezé Gomes e Gilcimar.

1985: em jogo da fase de grupos da Copa Libertadores, no Estádio do Maracanã, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Vasco. Os dois clubes cariocas faziam campanha ruim, e terminariam eliminados da competição sul-americana.

1986: em amistoso na Espanha, o Fluminense venceu a AD Tarancón por 12 a 1, gols de Édson Souza (3), Washington (2), Romerito, Renê (2), Jandir, Marcão (2) e Leomir. Esta partida é a maior goleada da história do Fluminense em jogos internacionais.

2010: em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, perante 59.056 pessoas no Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Internacional, gols de Mariano, Washington e Emerson Sheik. Foi a 10ª vitória tricolor na competição - com 2 empates e 2 derrotas, o Fluminense somava 32 pontos na campanha que culminaria na conquista do terceiro Brasileirão de sua história.

2012: em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência, em Belo Horizonte, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Cruzeiro. O gol tricolor foi assinalado por Fred, de cabeça. O Fluminense passou a somar 36 pontos ganhos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 10 vitórias, 6 empates e 1 derrota. A ótima campanha terminaria com a conquista do quarto Brasileirão da história tricolor.

****

Aniversariantes do dia:

Mário Milani (1918), eficiente centroavante com 34 gols marcados em 45 jogos pelo Fluminense entre as temporadas de 1939 e 1940, ano em que conquistou o Torneio Início (no qual marcou o gol da vitória na semifinal, não-contabilizado entre os 34) e o Campeonato Carioca.

Jorge de Souza Cabral (1926), atacante que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1951.

Ricardo da Cruz Cerqueira, o Ricardo Cruz (1963), goleiro formado pelo Fluminense, com 73 atuações pelo time principal tricolor, entre os anos de 1983 e 1994. Fez parte do elenco tricampeão Carioca entre 1983 e 1985 e campeão Brasileiro de 1984.

Jancarlos de Oliveira Barros (1983), lateral-direito formado pelo Fluminense, com 2 gols marcados em 83 partidas pelo time profissional tricolor, entre as temporadas de 2001 e 2005. Fez parte dos elencos campeões Cariocas em 2002 e 2005.

PCFilho

Ficha Técnica: Santos 0 x 0 Fluminense

Foto: Sergio Barzaghi (Gazeta Press).

14/08/2017 - Santos 0 x 0 Fluminense - Pacaembu (São Paulo)
Motivo: Campeonato Brasileiro 2017, 20ª rodada.
Público: 22.018 presentes (19.457 pagantes).
Renda: R$ 686.240,00.
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO).
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (FIFA e GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Alison, Léo Cittadini e Lucas Lima; Vladimir Hernández (Jean Mota), Thiago Ribeiro (Lucas Crispim) e Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Levir Culpi.
Fluminense: Júlio César; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Léo Pelé; Marlon Freitas, Jefferson Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa (Robert); Wellington Silva (Marcos Júnior) e Henrique Dourado (Pedro). Técnico: Abel Braga.
Cartões amarelos: Alison e Lucas Lima (Santos); Henrique Dourado e Marlon Freitas (Fluminense).

Este foi o 95º duelo entre os clubes na história. O retrospecto mostra 38 vitórias do Fluminense, 20 empates e 37 vitórias do Santos, 157 gols do Fluminense e 153 gols do Santos (para conferir a lista com todos os resultados, vide post História - Fluminense x Santos). Este foi o primeiro empate sem gols no confronto desde 26 de outubro de 1969.

PCFilho

Probabilidades do Brasileirão 2017 - rodada 20


Amigos, seguem abaixo as probabilidades do Campeonato Brasileiro, após o término da 20ª rodada (faltando a realização da partida Chapecoense x Corinthians, adiada da 20ª rodada). Os cálculos são do engenheiro Ramón Martins.

Foram calculados os cenários de título, vaga na Copa Libertadores, vaga na Copa Sul-Americana e rebaixamento. Os porcentuais obtidos são resultados de milhares de simulações computacionais, que utilizam modelos probabilísticos baseados exclusivamente nos desempenhos de cada clube ao longo da competição.

G1: probabilidade de o time ser o campeão brasileiro de 2017:
1º. Corinthians, 89,8%
2º. Grêmio, 8,0%
3º. Santos, 1,1%
4º. Palmeiras, 1,0%
5º. Flamengo, 0,1%

G4: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro primeiras posições (vaga direta na Copa Libertadores):
1º. Corinthians, 100,0%
2º. Grêmio, 93,4%
3º. Santos, 68,1%
4º. Palmeiras, 65,1%
5º. Atlético Paranaense, 14,7%
6º. Flamengo, 13,4%
7º. Sport Recife, 9,4%
8º. Fluminense, 7,9%
9º. Cruzeiro, 7,7%
10º. Botafogo, 7,2%
11º. Atlético Mineiro, 4,9%
12º. Vasco, 2,5%
13º. Coritiba, 2,2%
14º. Ponte Preta, 1,0%
15º. São Paulo, 0,8%
16º. Chapecoense, 0,8%
17º. Bahia, 0,7%
18º. Avaí, 0,2%
19º. Vitória, 0,1%

G6: probabilidade de o time terminar a competição nas seis primeiras posições (vaga direta na Libertadores ou vaga na pré-Libertadores):
1º. Corinthians, 100,0%
2º. Grêmio, 98,3%
3º. Santos, 88,5%
4º. Palmeiras, 85,6%
5º. Atlético Paranaense, 37,2%
6º. Flamengo, 35,9%
7º. Sport Recife, 27,3%
8º. Fluminense, 25,4%
9º. Cruzeiro, 24,9%
10º. Botafogo, 22,4%
11º. Atlético Mineiro, 17,4%
12º. Vasco, 10,0%
13º. Coritiba, 8,7%
14º. Ponte Preta, 5,2%
15º. São Paulo, 4,3%
16º. Chapecoense, 3,6%
17º. Bahia, 3,5%
18º. Avaí, 1,2%
19º. Vitória, 0,7%

SA: probabilidade de o time terminar a competição entre o 7º e o 12º lugares (vaga na Copa Sul-Americana):
Grêmio, 1,6%
Santos, 11,1%
Palmeiras, 13,4%
Atlético Paranaense, 48,3%
Flamengo, 49,3%
Sport Recife, 50,6%
Fluminense, 51,2%
Cruzeiro, 50,5%
Botafogo, 51,1%
Atlético Mineiro, 47,1%
Vasco, 43,1%
Coritiba, 40,2%
Ponte Preta, 32,5%
São Paulo, 30,7%
Chapecoense, 25,5%
Bahia, 26,8%
Avaí, 16,4%
Vitória, 9,0%
Atlético Goianiense, 1,4%

Z4: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro últimas posições (rebaixamento para a Série B):
Palmeiras, 0,1%
Atlético Paranaense, 2,3%
Flamengo, 2,5%
Sport Recife, 4,3%
Fluminense, 4,6%
Cruzeiro, 5,0%
Botafogo, 5,5%
Atlético Mineiro, 9,5%
Vasco, 14,7%
Coritiba, 18,1%
Ponte Preta, 25,7%
São Paulo, 29,7%
Bahia, 33,0%
Chapecoense, 37,1%
Avaí, 50,0%
Vitória, 66,1%
Atlético Goianiense, 91,7%

PCFilho