quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Palpites da Loteca - Concurso 768


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 768 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se à vitória do time mandante, o segundo refere-se ao empate, e o terceiro refere-se à vitória do time visitante:
1) São Paulo x Corinthians (40% 35% 25%)
2) Chapecoense x Ponte Preta (75% 15% 10%)
3) Sampaio Corrêa x Volta Redonda (80% 15% 5%)
4) São Bento x Confiança (80% 15% 5%)
5) Goiás x Paysandu (55% 30% 15%)
6) Figueirense x ABC (85% 10% 5%)
7) CRB x Criciúma (50% 30% 20%)
8) Bahia x Grêmio (35% 25% 40%)
9) Ceará x Brasil de Pelotas (80% 10% 10%)
10) Santos x Atlético Paranaense (65% 20% 15%)
11) Coritiba x Botafogo (30% 25% 45%)
12) Atlético Mineiro x Vitória (80% 10% 10%)
13) Fluminense x Palmeiras (30% 35% 35%)
14) Flamengo x Avaí (80% 10% 10%)

As apostas neste concurso 768 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 23, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da segunda-feira 25.

Vocês concordam com os porcentuais acima? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso? Qual é a aposta ideal para abocanhar esse concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

PS: estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

História - Flamengo x Chapecoense

Foto: site oficial do Flamengo.

Ao longo da história, o Flamengo e a Chapecoense já se enfrentaram 8 vezes, com 5 vitórias do Flamengo, 2 empates e 1 vitória da Chapecoense, 17 gols do Flamengo e 6 gols da Chapecoense.

A primeira partida do duelo aconteceu no Campeonato Brasileiro de 2014, ano em que a Chapecoense estreou na primeira divisão nacional: no dia 3 de agosto de 2014, a Chapecoense inaugurou o confronto derrotando o Flamengo por 1 a 0, na Arena Condá, graças a um gol do zagueiro Rafael Lima.

Abaixo, segue a lista com todos os resultados da história do confronto entre o tradicional rubro-negro carioca e o Verdão do Oeste:
03/08/2014 - Chapecoense 1 x 0 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
02/11/2014 - Flamengo 3 x 0 Chapecoense - Maracanã (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
06/06/2015 - Flamengo 1 x 0 Chapecoense - Maracanã (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
13/09/2015 - Chapecoense 1 x 3 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
25/05/2016 - Flamengo 2 x 2 Chapecoense - Raulino de Oliveira (Volta Redonda) [Brasileirão]
28/08/2016 - Chapecoense 1 x 3 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
22/06/2017 - Flamengo 5 x 1 Chapecoense - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
13/09/2017 - Chapecoense 0 x 0 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Copa Sul-Americana]
20/09/2017 - Flamengo x Chapecoense - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro) [Copa Sul-Americana]

PCFilho
(fonte: arquivo pessoal)

História - Santos x Times Equatorianos


Ao longo da história, o Santos já enfrentou equipes equatorianas 18 vezes, com 9 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, 43 gols-pró e 26 gols-contra. Os adversários foram LDU Quito (9), Barcelona de Guayaquil (4), Emelec (2), El Nacional (2) e Aucas (1).

Segue abaixo a lista com todos os resultados do Santos contra times do Equador:
11/01/1959 – Emelec 1 x 3 Santos – George Capwell (Guayaquil) [Am]
20/03/1960 – Aucas 2 x 6 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [Am]
06/01/1962 – Barcelona de Guayaquil 2 x 6 Santos – Modelo (Guayaquil) [Am]
14/01/1962 – LDU Quito 3 x 6 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [Am]
31/05/1991 – Emelec 1 x 0 Santos – George Capwell (Guayaquil) [TG]
05/08/1998 – LDU Quito 2 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CC]
11/08/1998 – Santos 3 x 0 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CC]
12/03/2003 – El Nacional 0 x 0 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [CL]
16/04/2003 – Santos 1 x 1 El Nacional – Vila Belmiro (Santos) [CL]
03/03/2004 – Barcelona de Guayaquil 1 x 3 Santos – Isidro Romero Carbo (Guayaquil) [CL]
11/03/2004 – Santos 1 x 0 Barcelona de Guayaquil – Vila Belmiro (Santos) [CL]
05/05/2004 – LDU Quito 4 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CL]
11/05/2004 – Santos 2 x 0 LDU Quito [PK 5 x 3] – Vila Belmiro (Santos) [CL]
03/11/2004 – LDU Quito 3 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CS]
10/11/2004 – Santos 1 x 2 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CS]
17/03/2005 – LDU Quito 2 x 1 Santos – Casablanca (Quito) [CL]
06/04/2005 – Santos 3 x 1 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CL]
13/09/2017 – Barcelona de Guayaquil 1 x 1 Santos – Isidro Romero Carbo (Guayaquil) [CL]
20/09/2017 – Santos x Barcelona de Guayaquil – Vila Belmiro (Santos) [CL]

Legenda:
[Am]: Amistoso.
[TG]: Torneio Quadrangular de Guayaquil.
[CC]: Copa Conmebol.
[CL]: Copa Libertadores.
[CS]: Copa Sul-Americana.

PCFilho
(fontes: arquivo pessoal e edições do Jornal do Brasil e da Tribuna da Imprensa)

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 19 de setembro


1909: no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, o Fluminense goleou o Haddock Lobo por 8 a 1. Os gols foram de Emile Etchegaray, Albert Victor Buchan (3), Armínio Motta (2), Joaquim da Costa Santos e Nestor Macedo para o Fluminense, e de José Cerqueira de Carvalho para o Haddock Lobo. Com seis vitórias e dois empates (fora a vitória anulada contra o Bangu), o Fluminense estava muito perto de garantir o tetracampeonato do Rio de Janeiro - o que aconteceria na partida seguinte, contra o Riachuelo (vide 26 de setembro).

1948: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, perante 25.436 pagantes em São Januário, o Fluminense derrotou o anfitrião Vasco por 2 a 0, graças aos gols de Rodrigues Tatu e Simões. Os vascaínos encararam o jogo como uma revanche da decisão do Torneio Municipal, que o Fluminense vencera por 1 a 0 (vide 30 de junho). Mas, de novo, deu Fluzão!

1954: em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Bariri, o Fluminense ganhou por 4 a 2 do Olaria, graças aos gols de Waldo (dois) e Didi (dois, ambos de pênalti).

1965: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, diante de 38.739 pagantes no Estádio do Maracanã, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Vasco. Os vascaínos abriram o placar com Célio, em lance polêmico (aos 23), e os tricolores empataram com o aniversariante Amoroso, cobrando falta (aos 32). O árbitro Armando Marques teve péssima atuação, prejudicando o Fluminense em três lances cruciais: no gol do Vasco, quando ele apitou uma falta e depois deu a lei da vantagem como se não tivesse paralisado o jogo; na expulsão exagerada do meio-campista tricolor Denílson, que foi agredido e não revidou; e na não-marcação de um pênalti claro do zagueiro Brito - o que fez com que o Fluminense protestasse ao fim do jogo.

1976: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, perante 29.119 pagantes no Estádio Governador Ernani Sátyro, o Amigão, em Campina Grande, o Fluminense venceu o Treze por 2 a 0, graças a dois gols do centroavante argentino Narciso Doval, aos 38 minutos da etapa inicial e aos 40 do segundo tempo. Dois dias antes do jogo, o atacante tricolor Paulo Cezar Caju fora preso após uma confusão em que agrediu um menor de idade - o Fluminense arcou com as despesas médicas do menor agredido, e Paulo Cezar Caju foi solto na manhã seguinte, tendo participado do jogo normalmente.
Flagrante do Amigão lotado, antes da partida Treze 0 x 2 Fluminense.

1981: com dois gols de Cláudio Adão e um de Edinho, o Fluminense venceu o America por 3 a 2, em jogo válido pelo Campeonato Carioca, disputado no Estádio do Maracanã.

1993: em uma partida histórica, diante de 101.670 pagantes no Maracanã, a Seleção Brasileira venceu o Uruguai por 2 a 0, com dois gols de Romário, e garantiu sua classificação para a Copa do Mundo dos Estados Unidos, em que conquistaria o tetracampeonato, sob o comando técnico de Carlos Alberto Parreira. Dois dos onze titulares - o zagueiro Ricardo Gomes e o lateral-esquerdo Branco - foram formados no Fluminense.
A Seleção Brasileira em 19 de setembro de 1993.
Em pé: Taffarel, Ricardo Rocha, Mauro Silva, Jorginho, Ricardo Gomes e Branco.
Agachados: Dunga, Bebeto, Raí, Romário e Zinho.

2010: em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, diante de 18.911 presentes (15.886 pagantes) no Engenhão, o Fluminense empatou em 3 a 3 com o Flamengo. No primeiro tempo, Leandro Euzébio abriu o placar para o Tricolor aos oito, mas o Rubro-Negro virou com Deivid, aos 22, e David, aos 39. Na etapa final, Rodriguinho empatou aos 18, o Flamengo fez mais um com Renato aos 20, e o Fluminense voltou a empatar com Rodriguinho, aos 27. Com 42 pontos ganhos em 23 jogos (12 vitórias, 6 empates e 5 derrotas), o Fluminense perdeu a liderança para o Corinthians. No entanto, aquela boa campanha terminaria com a conquista do título, em dezembro.

****

Aniversariantes do dia:

Mário Pernambuco (1890), centro-médio que jogou no Fluminense entre os anos de 1912 e 1915. Importante na retomada após a cisão que gerou o futebol do Flamengo, Pernambuco era um dos melhores médios do futebol do Rio de Janeiro, sendo frequentemente convocado para a Seleção Carioca. Foi titular nos dois primeiros jogos oficiais da Seleção Brasileira, contra a Argentina, em setembro de 1914, tendo conquistado a Copa Roca.

Pedro Amaro de Paula (1936), lateral-esquerdo que integrou o elenco do Fluminense entre 1954 e 1959.

José Amoroso Filho, o Amoroso (1937), atacante com 71 gols marcados em 133 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1964 e 1968. Conquistou o Campeonato Carioca de 1964, o Torneio Pará-Guanabara de 1966 e a Taça Guanabara de 1966.
Amoroso brigando pela bola contra o Botafogo.

Paulo do Nascimento Ribeiro, o Paulo Lumumba (1943), zagueiro com 23 atuações pelo Fluminense, entre 1970 e 1971. Conquistou o Campeonato Brasileiro de 1970, o Campeonato Carioca de 1971 e a Taça Guanabara de 1971.

Luiz Carlos da Matta, o Lulinha (1950), meio-campista com 2 gols marcados em 51 jogos pelo Fluminense, entre 1969 e 1971. Conquistou o Campeonato Carioca de 1969 e a Taça Guanabara de 1969.

Sidnei Pereira Costa, o Dedei (1963), centroavante com 4 gols em 32 jogos pelo Fluminense entre 1989 e 1990.

PCFilho

Probabilidades do Brasileirão 2017 após a 24ª rodada



Legenda:

T: probabilidade de o time ser o Campeão Brasileiro de 2017.
G4: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro primeiras posições, garantindo vaga direta na Copa Libertadores.
G6: probabilidade de o time de terminar a competição nas seis primeiras posições, garantindo vaga direta na Libertadores ou vaga na pré-Libertadores.
G7: probabilidade de o time de terminar a competição nas sete primeiras posições, garantindo vaga direta na Libertadores ou vaga na pré-Libertadores, caso um dos 7 primeiros já tenha vaga obtida em outra competição.
SA712: probabilidade de o time terminar a competição entre o 7º e o 12º lugares, garantindo vaga na Copa Sul-Americana.
SA813: probabilidade de o time terminar a competição entre o 8º e o 13º lugares, garantindo vaga na Copa Sul-Americana, em caso de G7.
R: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro últimas posições, sendo rebaixado para a Série B.

Os porcentuais obtidos são resultados de milhares de simulações computacionais, que utilizam modelos probabilísticos baseados exclusivamente nos desempenhos de cada clube ao longo da competição. Os cálculos são do engenheiro Ramón Martins.

PCFilho

Brasileirão 2017 - Classificação após a 24ª rodada

Clique na tabela para ampliá-la.
Fonte: site Futbol24.

Resultados da 24ª rodada:
16/09/2017 (sábado)
19:00 - Botafogo 2 x 0 Santos - Engenhão (Rio de Janeiro)
21:00 - Ponte Preta 1 x 3 Atlético Goianiense - Moisés Lucarelli (Campinas)
17/09/2017 (domingo)
11:00 - Avaí 1 x 1 Atlético Mineiro - Ressacada (Florianópolis)
16:00 - Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense - Arena da Baixada (Curitiba)
16:00 - Corinthians 1 x 0 Vasco - Itaquerão (São Paulo)
16:00 - Flamengo 2 x 0 Sport Recife - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
16:00 - Grêmio 0 x 1 Chapecoense - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
16:00 - Vitória 1 x 2 São Paulo - Barradão (Salvador)
19:00 - Cruzeiro 1 x 0 Bahia - Mineirão (Belo Horizonte)
18/09/2017 (segunda-feira)
20:00 - Palmeiras 1 x 0 Coritiba - Pacaembu (São Paulo)

Jogos da 25ª rodada:
23/09/2017 (sábado)
19:00 - Flamengo x Avaí - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
21:00 - Santos x Atlético Paranaense - Vila Belmiro (Santos)
24/09/2017 (domingo)
11:00 - São Paulo x Corinthians - Morumbi (São Paulo)
16:00 - Fluminense x Palmeiras - Maracanã (Rio de Janeiro)
16:00 - Coritiba x Botafogo - Couto Pereira (Curitiba)
16:00 - Atlético Goianiense x Cruzeiro - Pedro Ludovico (Goiânia)
16:00 - Chapecoense x Ponte Preta - Arena Condá (Chapecó)
19:00 - Atlético Mineiro x Vitória - Independência (Belo Horizonte)
19:00 - Bahia x Grêmio - Fonte Nova (Salvador)
25/09/2017 (segunda-feira)
20:00 - Sport Recife x Vasco - Ilha do Retiro (Recife)

Artilheiros do Campeonato:
1º. Henrique Dourado (Fluminense), 14 gols.
2º. Jô (Corinthians), 13.
3º. Lucca (Ponte Preta), 10.
4º. André (Sport Recife), 9.
4º. Roger Rodrigues (Botafogo), 9.

Henrique Dourado marcou nesta rodada o seu 14º gol no Campeonato.

PCFilho

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 18 de setembro


1910: em amistoso interestadual, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense venceu o Paulistano por 5 a 1. Os gols tricolores foram de Gilbert Hime (3) e Oswaldo Gomes (2).

1927: em jogo muito movimentado, válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Vasco por 4 a 3. Os gols tricolores foram de Preguinho, Lagarto, Itália (contra) e Ary.

1932: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do São Cristóvão. Os gols tricolores foram de Preguinho e Amaury.

1938: após vencer o Palestra Itália (vide 14 de setembro), o Fluminense obteve mais uma vitória na viagem a São Paulo: 4 a 1 sobre o Santos, na Vila Belmiro, em Santos. Os gols do triunfo tricolor foram de Hércules e Sandro (3). Com a vitória, o Fluminense recebeu a Taça Desafio Santos-Fluminense. A partir da semana seguinte, o Tricolor retomaria sua campanha no Campeonato Carioca, competição na qual terminaria conquistando o tri.

1943: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o America por 2 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Russo e Carreiro.

1949: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Conselheiro Galvão, o Fluminense ganhou por 4 a 1 do Madureira. Os gols tricolores foram de Santo Cristo (2), Godofredo (contra) e Orlando Pingo de Ouro.

1966: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu a Portuguesa da Ilha por 1 a 0, graças ao gol de Amoroso, aos 25 minutos do segundo tempo.

1974: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Bonsucesso, gol do lateral-esquerdo Marco Antônio, aos 13 minutos do segundo tempo.

1977: em jogo válido pelo Campeonato  Carioca, no Estádio Luso-Brasileiro, o Fluminense venceu o Campo Grande por 2 a 0, graças aos gols de Rivellino (de falta) e Luís Carlos.

1980: na sexta rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã. o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda. Os dois gols aconteceram no segundo tempo: Edinho abriu o placar para o Voltaço aos 25, e Cláudio Adão empatou para o Tricolor no último minuto, de cabeça, completando cruzamento de Gilberto. Com três vitórias e três empates, o Fluminense iniciava a campanha de mais um título estadual.

1985: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense derrotou o Olaria por 1 a 0, com um gol do lateral-direito Aldo, aos 38 minutos do primeiro tempo. O jogo foi a preliminar de America 0 x 0 Botafogo. Com quatro vitórias e dois empates, o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do tricampeonato, em dezembro.

1991: em jogo disputado no Estádio de Laranjeiras, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Itaperuna, gols de Sandro, Julinho e Ézio (de pênalti).

1993: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, o Fluminense derrotou o Santos por 2 a 0, gols de Chiquinho e Nílson.

1999: em jogo da Série C do Campeonato Brasileiro, o Fluminense perdeu para o Goiânia por 4 a 3, no Serra Dourada. Os gols tricolores foram de Roni (2) e Emerson. Em cinco rodadas, o Fluminense acumulava três vitórias e duas derrotas, no início da campanha do título da Série C.

2004: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Criciúma, gols de Roger Flores e Diego Souza.

2013: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Heriberto Hülse, o Fluminense venceu o Criciúma por 2 a 1, graças aos dois gols do lateral-direito Bruno, e à defesa de um pênalti pelo goleiro Diego Cavalieri.

2016: o Fluminense derrotou o Grêmio por 1 a 0, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O gol da vitória tricolor foi marcado por Gustavo Scarpa, aos 40 minutos do primeiro tempo.

****

Aniversariante do dia:

Rubem José de Almeida, o Rubinho Almeida (1929), centro-médio que integrou o elenco do Fluminense entre as temporadas de 1949 e 1950.

PCFilho

Ficha Técnica: Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense


17/09/2017 - Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense - Arena da Baixada (Curitiba)
Motivo: Campeonato Brasileiro 2017, 24ª rodada.
Público: 13.404 presentes (11.321 pagantes).
Renda: R$ 206.493,50.
Árbitro: Raphael Claus (SP e FIFA).
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP e FIFA).
Atlético Paranaense: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González (Matheus Rossetto), Felipe Gedoz (Sidcley), Pablo (Matheus Anjos) e Nikão; Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.
Fluminense: Júlio César; Mateus Norton, Ygor Nogueira, Frazan e Marlon; Marlon Freitas, Wendel, Richard (Renato) e Gustavo Scarpa; Wellington Silva (Peu) e Henrique Dourado (Marcos Júnior). Técnico: Abel Braga.
Gols:
0-1: Henrique Dourado 🔪, de cabeça, aos 46 do 1º tempo [assistência de Gustavo Scarpa];
1-1: Felipe Gedoz, de falta, aos 11 do 2º tempo;
2-1: Ribamar, aos 34 do 2º tempo [assistência de Sidcley];
3-1: Jonathan, aos 45 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Wendel, aos 24 do 1º tempo; Marlon, aos 38 do 1º tempo; Fabrício, aos 40 do 1º tempo; Lucho González, aos 45 do 1º tempo; Thiago Heleno, aos 23 do 2º tempo; Frazan, aos 41 do 2º tempo.

O centroavante Henrique Dourado agora tem 14 gols no Brasileirão (é o artilheiro da competição), 28 gols na temporada (é o artilheiro do país no ano) e 30 gols com a camisa do Fluminense (em 59 jogos).

Henrique Dourado com sua tradicional comemoração da "ceifada".

O treinador Abel Braga completou 277 partidas no comando técnico do Fluminense - é o terceiro da lista histórica, estando a 20 jogos de igualar o uruguaio Ondino Viera, segundo colocado.

Esta partida foi a estreia do meio-campista Richard Cândido Coelho. Natural de Campinas, nasceu em 18 de fevereiro de 1994. Tem 1,91m de altura e pesa 76 kg. Jogou anteriormente no Atlético Sorocaba e no Atibaia, e está no Fluminense por empréstimo, até dezembro de 2017.

O banco do Fluminense nesta partida teve: Diego Cavalieri, Léo Pelé, Renato, Júnior Sornoza, Peu, Pedro, Marcos Júnior, Luquinhas e Reginaldo.

Os desfalques do Fluminense foram: Lucas e Robinho (suspensão); Jefferson Orejuela (dores musculares); Henrique e Renato Chaves (estiramento muscular); Luis Fernando, Marquinho e Marquinhos Calazans (joelho); Pierre e Gum (preparo físico).

Este foi o 49º confronto entre o Fluminense e Atlético Paranaense na história. O retrospecto mostra 18 vitórias do Fluminense, 11 empates e 20 vitórias do Atlético Paranaense, 68 gols do Fluminense e 64 gols do Atlético Paranaense. Para conferir a lista de resultados, vide meu post História - Fluminense x Atlético PR.

PCFilho

domingo, 17 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 17 de setembro


1922: na estreia no Campeonato Sul-Americano, diante de 30.000 pessoas no recém-ampliado Estádio do Fluminense, em Laranjeiras, a Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 com o Chile. A Seleção contou com três jogadores do Fluminense. A escalação foi a seguinte: Marcos Carneiro de Mendonça [Fluminense]; Palamone [Botafogo] e Barthô [São Bento]; Laís [Fluminense], Amílcar [Corinthians] e Fortes [Fluminense]; Formiga [Paulistano], Neco [Corinthians], Friedenreich [Paulistano], Tatu [Corinthians] e Rodrigues [Corinthians]. Os gols foram de Tatu para o Brasil e Bravo para o Chile.

1933: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Flamengo por 2 a 0, gols de Vicentino e Preguinho (de falta), ambos ainda no primeiro tempo. No primeiro campeonato profissional do Rio de Janeiro, o Bangu terminaria campeão, com o Fluminense vice-campeão, e o Flamengo na sexta e última colocação.

1960: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 5 a 1 do Madureira. Os gols tricolores foram de Telê (2), Waldo (2) e Maurinho, e Azumir descontou para o clube suburbano.

1964: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o São Cristóvão por 1 a 0, graças ao gol de Ubiraci, aos 28 minutos do segundo tempo. Com nove vitórias, um empate e duas derrotas, o Fluminense liderava a competição. Aquela campanha tricolor terminaria com a conquista de mais um título estadual, em decisão contra o Bangu, em dezembro.

1983: no primeiro jogo do segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o São Cristóvão por 2 a 0, no Maracanã, com gols de Assis e Washington, o eterno "casal 20" tricolor. Por ter sido o campeão do primeiro turno, o Fluminense já estava classificado para a fase final, na qual conquistaria o título, em dezembro.

1988: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Criciúma, com gols no segundo tempo, do lateral-esquerdo Eduardo Souza (aos 13) e do centroavante Washington (aos 44).

2006: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Figueirense por 2 a 0, graças aos gols do meia Petkovic e do centroavante Tuta, respectivamente aos 12 e aos 18 minutos do segundo tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Américo Alfredo Spinelli (1917), centro-médio argentino que defendeu o Fluminense entre as temporadas de 1939 e 1945. Marcou 6 gols em 167 partidas com a camisa tricolor. Foi bicampeão carioca em 1940 e 1941, e também participou da conquista do Torneio Extra de 1941.
Spinelli.

Joel de Souza Martins (1930), ponta-esquerda que jogou pelo time profissional do Fluminense entre as temporadas de 1948 e 1954. Assinalou 18 gols em 61 jogos com a camisa tricolor. Sete desses gols foram na campanha do título do Campeonato Carioca de 1951, na qual ele foi titular. Também em 1951, marcou o gol inaugural da vitória sobre o Arsenal, da Inglaterra, no Maracanã. Em 1952, fez parte, como reserva, do elenco campeão mundial na Copa Rio. Ainda hoje, Joel permanece ligado ao Fluminense, trabalhando como funcionário do Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, em Xerém.
Joel, na época de jogador.

Joel tietado por este escriba, em Laranjeiras, em 2017.

Bismarck Barreto Faria (1969), meio-campista com 16 atuações pelo Fluminense na temporada de 2002, ano em que fez parte do elenco campeão carioca.

Claudinei Alexandre Pereira Lino, o Nei (1977), goleiro com 6 atuações pelo Fluminense entre 2001 e 2002, ano em que fez parte do elenco campeão carioca.

Eduardo Correia Piller Filho, o Eduardo Ratinho (1987), lateral-direito com 11 atuações pelo Fluminense entre 2008 e 2009. Marcou um gol, na vitória por 3 a 0 contra o Águia de Marabá, pela Copa do Brasil de 2009, no Maracanã (vide 22 de abril).

PCFilho

História - Arsenal x Chelsea


Arsenal e Chelsea fazem o maior clássico de Londres, a capital da Inglaterra, numa rivalidade iniciada em 9 de novembro de 1907, quando o Chelsea derrotou o Woolwich Arsenal por 2 a 1, diante de 65.000 pessoas no Stamford Bridge, o estádio do Chelsea. Desde então, os dois rivais protagonizaram dezenas de batalhas memoráveis, com confrontos atraindo multidões até mesmo durante as duas grandes guerras mundiais.

Até hoje, houve 244 jogos entre Arsenal e Chelsea, com 99 vitórias do Arsenal, 59 empates e 86 vitórias do Chelsea, 363 gols do Arsenal e 351 gols do Chelsea. Estes números abrangem jogos amistosos e partidas de todas as competições (inclusive as realizadas durante a I e a II Guerras Mundiais).

Confiram abaixo a lista com todos os resultados da história do clássico:
09/11/1907 - Chelsea 2 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
07/03/1908 - Woolwich Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
28/11/1908 - Chelsea 1 x 2 Woolwich Arsenal - League Division One
07/12/1908 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
03/04/1909 - Woolwich Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
25/09/1909 - Woolwich Arsenal 3 x 2 Chelsea - League Division One
28/03/1910 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
04/09/1911 - Chelsea 2 x 2 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
16/10/1911 - Woolwich Arsenal 2 x 3 Chelsea - London Challenge Cup (Manor Ground)
30/10/1911 - Woolwich Arsenal 1 x 0 Chelsea - London Professional Charity Cup (Manor Ground)
30/09/1912 - Chelsea 1 x 3 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
12/10/1912 - Woolwich Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
15/02/1913 - Chelsea 1 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
20/10/1913 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
30/01/1915 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
30/10/1915 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
15/01/1916 - Arsenal 0 x 6 Chelsea - War League (Highbury)
21/04/1916 - Chelsea 9 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge) (**)
24/04/1916 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - War League (Highbury)
30/09/1916 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
23/12/1916 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
17/02/1917 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - War League (Highbury)
31/03/1917 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
29/09/1917 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
24/11/1917 - Chelsea 4 x 3 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
19/01/1918 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
16/03/1918 - Chelsea 4 x 2 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
19/10/1918 - Chelsea 4 x 1 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
14/12/1918 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - War League (Highbury)
08/02/1919 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
05/04/1919 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
06/12/1919 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
13/12/1919 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/12/1920 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
11/12/1920 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
31/12/1921 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - League Division One
14/01/1922 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
17/02/1923 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
24/02/1923 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
29/12/1923 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
05/01/1924 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
27/10/1924 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
31/01/1925 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Amistoso de teste da regra do impedimento (Highbury)
11/01/1930 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - FA Cup (Highbury)
29/11/1930 - Chelsea 1 x 5 Arsenal - League Division One
24/01/1931 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
04/04/1931 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
21/11/1931 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
02/04/1932 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
10/12/1932 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
22/04/1933 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
13/11/1933 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
16/12/1933 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
28/04/1934 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - League Division One
24/11/1934 - Chelsea 2 x 5 Arsenal - League Division One
06/04/1935 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - League Division One
12/10/1935 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One (***)
27/04/1936 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
19/12/1936 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
24/04/1937 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - League Division One
09/10/1937 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - League Division One
19/02/1938 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
15/10/1938 - Chelsea 4 x 2 Arsenal - League Division One
07/01/1939 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
18/02/1939 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
07/10/1939 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - Amistoso (Stamford Bridge)
23/03/1940 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Wartime League South C (Highbury)
17/04/1940 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - Wartime League South C (Stamford Bridge)
10/10/1940 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
14/04/1941 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
04/10/1941 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - London War League (Highbury)
10/01/1942 - Chelsea 1 x 5 Arsenal - London War League (Stamford Bridge)
25/12/1942 - Chelsea 5 x 2 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
26/12/1942 - Arsenal 1 x 5 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
06/11/1943 - Arsenal 6 x 0 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
08/01/1944 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
25/11/1944 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
28/04/1945 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
09/03/1946 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
16/03/1946 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
26/10/1946 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
11/01/1947 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
15/01/1947 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
20/01/1947 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
01/03/1947 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
01/11/1947 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
20/03/1948 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - League Division One
25/10/1948 - Chelsea 4 x 1 Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
30/10/1948 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
23/04/1949 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
24/08/1949 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
31/08/1949 - Arsenal 2 x 3 Chelsea - League Division One
18/03/1950 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
22/03/1950 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane) (*)
23/08/1950 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
30/08/1950 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
22/08/1951 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
29/08/1951 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
05/04/1952 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
07/04/1952 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
03/04/1953 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
06/04/1953 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
08/09/1953 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
15/09/1953 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - League Division One
07/12/1953 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Final da London Challenge Cup (Stamford Bridge)
29/03/1954 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - Final da London Challenge Cup (Highbury)
01/11/1954 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
25/12/1954 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
27/12/1954 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
27/08/1955 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
24/12/1955 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - League Division One
25/12/1956 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
26/12/1956 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
26/10/1957 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
08/03/1958 - Arsenal 5 x 4 Chelsea - League Division One
22/11/1958 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - League Division One
11/04/1959 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
15/10/1959 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
21/11/1959 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
09/04/1960 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - League Division One
12/11/1960 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - League Division One
05/12/1960 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Final da London Challenge Cup (Stamford Bridge)
15/04/1961 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/11/1961 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - League Division One
24/03/1962 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - League Division One
03/12/1962 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - Final da London Challenge Cup (Highbury)
21/10/1963 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
16/11/1963 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
14/03/1964 - Arsenal 2 x 4 Chelsea - League Division One
26/09/1964 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - League Division One
06/02/1965 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
04/09/1965 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - League Division One
19/02/1966 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
24/09/1966 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/02/1967 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
26/12/1967 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
30/12/1967 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
23/11/1968 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
14/04/1969 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
27/09/1969 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - League Division One
17/01/1970 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - League Division One
29/08/1970 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
03/04/1971 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
14/08/1971 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - League Division One
16/10/1971 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
02/09/1972 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
20/01/1973 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
17/03/1973 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
20/03/1973 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
17/11/1973 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
13/04/1974 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
14/09/1974 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
06/11/1974 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Amistoso em homenagem a John Hollins (Stamford Bridge)
26/12/1974 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
26/10/1976 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Cup (Highbury)
26/03/1977 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - Amistoso beneficente (Stamford Bridge)
26/12/1977 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - League Division One
27/03/1978 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
16/04/1979 - Arsenal 5 x 2 Chelsea - League Division One
14/05/1979 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
20/08/1982 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - Amistoso de pré-temporada (Stamford Bridge)
01/11/1983 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Amistoso em homenagem a Micky Droy (Stamford Bridge)
25/08/1984 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
19/01/1985 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
21/09/1985 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
29/04/1986 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
25/10/1986 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
07/03/1987 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - League Division One
03/11/1987 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
02/04/1988 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
30/09/1989 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
17/03/1990 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
15/09/1990 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
02/02/1991 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
05/10/1991 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - League Division One
25/04/1992 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
03/10/1992 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
01/03/1993 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
20/11/1993 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - Premier League
16/04/1994 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
15/10/1994 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - Premier League
14/05/1995 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
30/09/1995 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
16/12/1995 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
04/09/1996 - Arsenal 3 x 3 Chelsea - Premier League
05/04/1997 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - Premier League
21/09/1997 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - Premier League
28/01/1998 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Cup (Highbury)
08/02/1998 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - Premier League
18/02/1998 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Cup (Stamford Bridge)
09/09/1998 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - Premier League
11/11/1998 - Arsenal 0 x 5 Chelsea - League Cup (Highbury)
31/01/1999 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
23/10/1999 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - Premier League
06/05/2000 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
06/09/2000 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - Premier League
13/01/2001 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
18/02/2001 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
08/09/2001 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
26/12/2001 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
04/05/2002 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - Final da FA Cup (Millennium Stadium, Cardiff)
01/09/2002 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
01/01/2003 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - Premier League
08/03/2003 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - FA Cup (Highbury)
25/03/2003 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
18/10/2003 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
15/02/2004 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
21/02/2004 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Premier League
24/03/2004 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Quartas-de-final da UEFA Champions' League (Stamford Bridge)
06/04/2004 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Quartas-de-final da UEFA Champions' League (Highbury)
12/12/2004 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - Premier League
20/04/2005 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - Premier League
07/08/2005 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - FA Community Shield (Millennium Stadium, Cardiff)
21/08/2005 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
18/12/2005 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - Premier League
10/12/2006 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
25/02/2007 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Final da League Cup (Millennium Stadium, Cardiff)
06/05/2007 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
16/12/2007 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
23/03/2008 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
30/11/2008 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Premier League
18/04/2009 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Wembley Stadium)
10/05/2009 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - Premier League
29/11/2009 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - Premier League
07/02/2010 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
03/10/2010 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
27/12/2010 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - Premier League
29/10/2011 - Chelsea 3 x 5 Arsenal - Premier League
21/04/2012 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
29/09/2012 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Premier League
20/01/2013 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
29/10/2013 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - League Cup (Emirates Stadium)
23/12/2013 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
22/03/2014 - Chelsea 6 x 0 Arsenal - Premier League (**)
05/10/2014 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
26/04/2015 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
02/08/2015 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - FA Community Shield (Wembley Stadium)
19/09/2015 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
24/01/2016 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - Premier League
24/09/2016 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Premier League
04/02/2017 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Premier League
27/05/2017 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Final da FA Cup (Wembley Stadium) (***)
22/07/2017 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - Amistoso (Ninho do Pássaro, Pequim, China)
06/08/2017 - Arsenal 1 x 1 Chelsea [PK 4 x 1] - FA Community Shield (Wembley Stadium) (****)
17/09/2017 - Chelsea x Arsenal - Premier League
01/01/2018 - Arsenal x Chelsea - Premier League

(*) Na partida de 22 de março de 1950, segundo jogo da semifinal da FA Cup, houve empate em 0 a 0 no tempo normal, e o Arsenal venceu por 1 a 0 na prorrogação. Para a estatística do confronto, estou contando o placar somando tempo normal e prorrogação.

(**) Oficialmente, o jogo de 22 de março de 2014, Chelsea 6 x 0 Arsenal, é tido como a maior goleada da história do clássico. No entanto, na Liga de Guerra, disputada não-oficialmente durante a I Guerra Mundial, houve a partida Chelsea 9 x 0 Arsenal, em 21 de abril de 1916.

(***) A partida de 27 de maio de 2017, Arsenal 2 x 1 Chelsea, decisão da FA Cup, teve o maior público da história do clássico: 89.472 pessoas no lendário Wembley Stadium, em Londres. O jogo de 12 de outubro de 1935 é o maior público de toda a história do Chelsea como mandante (82.905 pessoas).

(****) No jogo de 6 de agosto de 2017, a disputa de pênaltis foi feita no novo sistema ABBA: o Chelsea fez a 1ª, a 4ª e a 5ª cobranças (convertendo somente a 1ª), e o Arsenal fez a 2ª, a 3ª, a 6ª e a 7ª (convertendo todas). O sistema ABBA é uma tentativa de minimizar a vantagem do time que cobra primeiro. O placar da disputa de pênaltis não está sendo contabilizado na estatística do confronto.

Vinte e sete jogadores já defenderam tanto Arsenal quanto Chelsea. São eles, em ordem cronológica: Sandy McFarlane, Joe Bradshaw, Jimmy Sharp, Bob Turnbull, Tommy Lawton, Bill Dickson, Tommy Docherty, John O'Rourke, Allan Young, Tommy Baldwin, George Graham, Alan Hudson, Graham Rix, John Hollins, Clive Allen, Peter Nicholas, David Rocastle, Colin Pates, Nicolas Anelka, Emmanuel Petit, Ashley Cole, Steve Sidwell, Cesc Fàbregas, William Gallas, Lassana Diarra, Yossi Benayoun e Petr Cech.

Cartaz da partida de 6 de novembro de 1974.

PCFilho

sábado, 16 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 16 de setembro


1909: em Saint-Cyr, na França, o sócio do Fluminense Alberto Santos Dumont quebrou o recorde de decolagem mais curta da história, levantando voo em apenas 60 metros, com o seu avião Demoiselle VI. Após o voo bem-sucedido, de 10 minutos e 27 segundos, ele fez uma nova decolagem, carregando um peso morto de 20 quilogramas, soltando-o no ar e seguindo em plena harmonia até pousar, dois minutos depois. A façanha do grande inventor brasileiro foi acompanhada por um público entusiasmado, de cerca de três mil pessoas.

1917: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Mangueira, gols de Fortes e Celso (3). A campanha tricolor na competição passou a ser de dez vitórias e um empate em onze jogos. Naquele ano, o Fluminense conquistaria o primeiro título do histórico tricampeonato do Rio de Janeiro.

1922: no stand de tiro do Fluminense, foram disputadas as provas de tiros de armas curtas, como parte dos Jogos Olímpicos Latino-Americanos, e quatro atletas brasileiros ganharam medalhas. Na prova de 25 metros (revólver de guerra, 60 tiros), a medalha de ouro ficou com Guilherme Paraense (508 pontos) e a medalha de prata com Antônio Ferraz da Silveira (490 pontos). Na prova de 50 metros (pistola livre, 60 tiros), a medalha de ouro ficou com Sebastião Wolf (483 pontos), e a medalha de prata com Afrânio Costa (481 pontos). Antônio e Afrânio, os dois medalhistas de prata, competiram pelo Fluminense. No mesmo dia, aconteceu a Maratona dos Jogos, com a saída no Estádio do Fluminense, passando por Laranjeiras, Flamengo, Botafogo, Praia da Saudade, Leme, Copacabana, Ipanema, Lagoa, Leblon, Jardim Botânico, Humaitá e novamente Botafogo e Laranjeiras, e com a chegada também no Estádio do Fluminense. O vencedor da prova foi o chileno Manuel Jesús Plaza Reyes, grande destaque do Atletismo nos Jogos (ele conquistaria a medalha de prata na Maratona dos Jogos Olímpicos de Amsterdã, em 1928).

1934: em sua estreia no Torneio Extra, no campo da rua Figueira de Melo, o Fluminense ganhou por 4 a 2 do Bonsucesso, graças aos gols de Russo (2), Walter Fortes e Barriloti.

1950: o Fluminense enfim obteve sua primeira vitória no Estádio do Maracanã. Em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Botafogo por 1 a 0, graças a um golaço de Didi, cobrando falta com um chute de curva, aos 35 minutos do segundo tempo. O público do jogo foi de 8.382 pagantes. Este foi também o primeiro Clássico Vovô disputado no Maracanã.

1958: em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, diante de 18.648 presentes (14.670 pagantes) no Maracanã, o Fluminense venceu o Bangu por 1 a 0, com um gol do centroavante Waldo, aos quinze minutos do segundo tempo, de cabeça.

1970: em jogo pela penúltima rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o America. No dia seguinte, o Vasco venceria o Botafogo e se sagraria campeão carioca por antecipação. Na rodada final, o Fluminense carimbaria a faixa do Vasco, com uma vitória por 2 a 0 (vide 20 de setembro). Na semana seguinte, começaria o maior Campeonato Brasileiro de todos os tempos, com todos os craques da Seleção tricampeã no México - em disputa, a bela Taça de Prata, que ao fim da competição fixaria residência no melhor endereço possível...

1972: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Arruda, no Recife, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Náutico, graças a um gol de Cafuringa,  aos 26 minutos do segundo tempo.

1973: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense venceu o America por 2 a 0, diante de 17.473 pagantes no Maracanã, com dois gols de Adílson, aos 19 do primeiro e aos 9 do segundo tempo.

1981: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou do Volta Redonda por 5 a 2. Os gols tricolores no jogo foram de Cláudio Adão (3), Zezé e Robertinho.

1984: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira. O gol tricolor foi do craque Assis. O Fluminense, que já havia conquistado o Campeonato Brasileiro daquele ano, acumulava sete vitórias e três empates, na campanha que culminaria na conquista do bicampeonato do Rio de Janeiro.

2000: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro (Copa João Havelange), o Fluminense empatou em 2 a 2 com o Atlético Mineiro, no Mineirão. Os gols tricolores foram de Magno Alves (de pênalti) e Agnaldo.

PCFilho

Programação da Loteca - Concurso 768


Amigos e amigas, confiram abaixo a programação com as 14 partidas que compõem o concurso número 768 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Elas serão disputadas no sábado 23 e no domingo 24:
1) São Paulo x Corinthians (domingo, 11:00)
2) Chapecoense x Ponte Preta (domingo, 16:00)
3) Sampaio Corrêa x Volta Redonda (sábado, 16:00)
4) São Bento x Confiança (domingo, 19:00)
5) Goiás x Paysandu (sábado, 16:30)
6) Figueirense x ABC (sábado, 16:30)
7) CRB x Criciúma (sábado, 16:30)
8) Bahia x Grêmio (domingo, 19:00)
9) Ceará x Brasil de Pelotas (sábado, 19:00)
10) Santos x Atlético Paranaense (sábado, 21:00)
11) Coritiba x Botafogo (domingo, 16:00)
12) Atlético Mineiro x Vitória (domingo, 19:00)
13) Fluminense x Palmeiras (domingo, 16:00)
14) Flamengo x Avaí (sábado, 19:00)

Os bilhetes deste concurso 768 da Loteca poderão ser registrados a partir da manhã da segunda-feira 18, até as 14:00 de Brasília do sábado 23, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. Recomendamos que os leitores registrem suas apostas com a máxima antecedência possível, a fim de evitar filas e outros transtornos.

Confiram aqui os porcentuais estimados de apostas para os 14 jogos. Os porcentuais são a base do método de apostas que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Em cada um dos 14 jogos, o apostador deve escolher um dos três resultados possíveis: coluna 1 (vitória do mandante), coluna do meio (empate) ou coluna 2 (vitória do visitante). A aposta mínima na Loteca dá direito a um palpite duplo e custa R$ 2,00 (dois reais). Para cada palpite duplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 2. Para cada palpite triplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 3. Exemplos:
- uma aposta com 1 palpite duplo e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 3 = R$ 6,00 (seis reais).
- uma aposta com 3 palpites duplos e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 2 × 2 × 3 = R$ 24,00 (vinte e quatro reais).
- uma aposta com 2 palpites duplos e 2 palpites triplos custa R$ 2,00 × 2 × 3 × 3 = R$ 36,00 (trinta e seis reais).
- uma aposta com 4 palpites duplos e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 2 × 2 × 2 × 3 = R$ 48,00 (quarenta e oito reais).

Abaixo, a seção dos comentários está sempre aberta para que vocês façam suas observações. Qual será a grande zebra deste concurso? Qual time não perderá de jeito nenhum? Esperamos as suas opiniões! Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros! Apostem com moderação, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho